Professor da rede estadual tem 13º maior salário entre estados

A comparação foi feita entre os meses de abril e junho deste ano

O salário dos professores da rede estadual de educação do Piauí é o 13° do ranking entre todos os Estados do país. A constatação foi feita  junto aos governos estaduais e sindicatos, entre os meses de abril e junho deste ano.

Os professores piauienses, com carga horária de 40 horas semanais, ganham o mínimo de R$2.634,65, o que corresponde a uma remuneração de R$16,47 por hora.  O Piauí, que atualmente ocupa a 19ª posição no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), está pagando melhor do que o Ceará e Pernambuco, que são os dois Estados com melhor Ideb no Nordeste.

Os professores da rede estadual do Piauí, também, estão recebendo um salário maior do que os três Estados com maior Ideb, que são: Goiás ( R$2.570,08), Rio Grande do Sul ( R$2.331,38) e São Paulo (R$2.415,89).

O Estado que, atualmente, está pagando o melhor salário no Brasil, para professores com 40 horas semanais, é Mato Grosso do Sul, onde a remuneração é de 3.994,25. O que paga o menor salário é Santa Catarina, onde os professores ganham R$1.917,78.


Image title

Fonte: Ccom