Professores da UFPI fazem protesto contra cortes na educação

O protesto é contra ações de corte na educação no governo Temer

Na manhã dessa quinta-feira (11) cerca de 60 representantes entre técnicos, professores e estudantes da UFPI iniciaram um protesto contra as ações de corte na educação que vem acontecendo no governo interino de Michel Temer.

“A paralisação de hoje leva em consideração os desmontes na educação que o governo golpista vem fazendo”, relatou André Gonçalves, presidente da SINTUFPI. Ao todo, cerca de 10 pautas são levantadas na paralisação.

“Tivemos 50% de corte no plano de assistência estudantil, corte no ciências sem fronteiras, corte da Sistema de Educação Continuada a Distância, extinção do fórum nacional da educação que foi criador do plano nacional de educação”, completa.

Os trabalhadores reivindicam ainda contra a Escola Sem Partido e a favor do Fora Temer. Além de se posicionarem contra a PEC 241/2016 que prevê congelamento de salários dos pagadores federais por 20 anos. A paralisação da UFPI começou às 7 da manhã em frente a sede da reitoria e seguirá por tempo indeterminado. A mobilização marca também o lançamento a nível nacional da Frente Escola Sem Mordaça.

Protesto
Protesto
Protesto
Protesto

Repórter: Elane Araújo


Fonte: Portal MN