Profissinais do sexo ajudam na prevenção às DSTs no carnaval

Um grupo de 15 mulheres vai distribuir preservativos masculinos e femininos nos prostíbulos deTeresina.

PROFISSIONAIS DO SEXO AJUDAM NA PREVENÇÃO ÀS DSTs

Parceria entre a Fundação Municipal de Saúde (FMS) da Prefeitura deTeresina e a Associação das Prostitutas do Piauí (Aprospi) vaienvolver profissionais do sexo nas ações de combate às doençassexualmente transmissíveis durante o carnaval.

Um grupo de 15 mulheres vai distribuir preservativos masculinos e femininos nos prostíbulos deTeresina.A FMS fornecerá vale-transporte para o deslocamento do grupo, assimcomo todo o material a ser distribuído e capacitação. A

Além dedistribuir o material, o grupo faz também o trabalho de sensibilizaçãotanto das pessoas que vivem nos prostíbulos quanto dos freqüentadores.De acordo com o coordenador de DST/Aids da FMS, Kledson Augusto,trata-se de ação rotineira, que ocorre durante todo o ano, mas queserá intensificada no período carnavalesco. Normalmente, a FMSfornece, por mês, 450 vales transporte, cerca de 7.200 preservativosmasculinos e 500 femininos, e 300 pacotinhos de gel.

Fonte: Carolina Durães, Jornal Meio Norte