Programa de incentivo à leitura é foco em escolas públicas do Piauí

Implantado em 2012 e desenvolvido através das disciplinas de gramática, literatura e redação

Valorizar a leitura e desenvolver o gosto dos alunos por essa atividade são os principais enfoques do Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI), desenvolvido pelo Centro de Ensino Médio de Tempo Integral (CEMTI) João Henrique de Almeida Sousa, localizado no Parque Piauí (Zona Sul de Teresina). Por meio dessa ação, a escola tem tido resultados de sucesso. “O programa promove a participação dos alunos, desperta o gosto pelos estudos e garante a valorização das atividades propostas pela instituição”, diz Gideão Machado, diretor da unidade. “Ele trouxe dinamismo e crescimento a nossa instituição”, afirma.


Implantado em 2012 e desenvolvido através das disciplinas de gramática, literatura e redação, o Ensino Médio Inovador contempla hoje cerca de 350 estudantes que estão tendo a oportunidade de ampliar seus conhecimentos e melhorar seu vocabulário, além de preparar a mente para o estudo de outras disciplinas escolares.

De acordo com o diretor, o programa trouxe benefícios significativos para a escola. “A proposta teve muita receptividade e o envolvimento de alunos e professores em todas as atividades propostas. Percebemos também que os alunos ficaram mais interessados em ler, estudar e perguntar. Também melhoraram nas apresentações de trabalhos. Até os alunos mais tímidos passaram a se expressar melhor”, diz.

Temas específicos

Gideão comenta que os alunos trabalham também com atividades de aprendizagem diferenciadas, com um tema a cada bimestre. Para este ano estão previstos: o uso racional da água, cidadania e política. “Os assuntos são debatidos dentro do contexto de cada matéria e ainda são levados para fora da sala de aula, com viagens, palestras, dentre outras atividades”, conta. Ele ainda lembra que as verbas destinadas à escola para o Ensino Médio Inovador são mais altas. “Isso propicia a realização de viagens de estudo, compra de mais material e equipamentos”, frisa.

 

O diretor explica que toda a escola se mantém mobilizada para a leitura no decorrer do ano. “Toda a semana, durante 30 minutos, alunos, professores, funcionários e equipe diretiva param seus afazeres para a realização do Momento Ler”, salienta.

Aprovação

A escola também direcionou o ensino para a prova do Enem e os alunos participam de oficinas temáticas como a de redação. Em pequenos grupos, eles são orientados por um professor que explica onde estão os erros de cada um. Devido a este trabalho vários estudantes obtiveram boas notas na redação do Enem e conseguiram aprovação em vestibulares de universidades públicas ou conquistaram bolsas em instituições particulares. "Acreditamos que os resultados que estamos obtendo são respostas a esse projeto de incentivo à leitura, a ideia para 2015 é intensificar ainda mais essa ação de sucesso", finaliza Gideão.

Fonte: Portal do Governo