Programas do Emater mudam a vida de agricultores no PI

Emater despertou interesse para a produção de alimentos saudáveis

Dezoito famílias do Vale dos Rios Paraim e Corrente, na região sul do Estado, são exemplos de como a parceria entre o Governo do Estado por meio do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater)  tem mudado a vida dos agricultores, por meio do Programas de apoio ao agricultor como o Compra Direta, Mais Alimentos, Programa Nacional de Alimentação Escolar, e do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A assistência técnica aliada aos esforços dos agricultores tem aumentado a renda e trazido desenvolvimento para a região.

O Emater despertou nestes agricultores o interesse para a produção de alimentos saudáveis, diversificados e com qualidade para que possam ser vendidos na região,além de possibilitar assistência técnica o escoamento da produção, sendo o Governo do Estado um cliente direto que compra parte de tudo que é produzido.

A agricultora Sandra Ribeiro disse que a ajuda do órgão tem sido essencial. “ Eu limpo e cavo os canteiros, transplanto, colho e levo para feira e comercializo lá. O Emater tem sempre nos acompanhado, dado também o financiamento para a compra das sementes. E é daqui que a gente tira da horta o alimento para dar para os porcos e para as galinhas. E isso tudo é ajuda, é ajuda para o nosso sustento” disse.

“Nós reunimos as famílias e cada um ficou responsável por uma pequena área, dentro da propriedade. E sempre que tem alguma dificuldade eles vão até a gente e nós vamos sempre na comunidade para saber como é que está. Antes eles levavam os produtos para comercializar apenas aos sábados, na feira, em cima do lombo de um animal e agora todos estes agricultores possuem seu transporte”, enfatiza Roberto Ferreira, coordenador regional do Emater.

José Wellington é o maior produtor da comunidade Kalumbe, são mais de 4,5 hectares plantados e revela que com o êxito no aumento da renda da família, há um envolvimento de todos, tanto que a filha Ana Karoline foi influenciada em melhorar ainda mais o negócio da família e está cursando gestão ambiental e técnico em agronegócios, e é la que em breve deve auxiliar nos na produção. “Achei melhor fazer um curso mais voltado para área e que possa ajudar mais” disse a jovem.

Com o apoio dado pelo Emater, as famílias estão tendo acessos a financiamentos bancários para investir cada vez mais na produção e inclusive já estão gerando emprego e renda na região. 
 

Fonte: Com informações do Portal do Governo