Projeto ofertado pelo Sebrae estimula setor da moda

possibilidade de retorno financeiro quase que imediato.

O setor da moda é um dos responsáveis pelo crescimento da economia em todo país. No nordeste, em especial o Piauí, a atividade possui características próprias. Uma delas, a possibilidade de retorno financeiro quase que imediato.

Mas para isso, é necessário que os empresários procurem por capacitações e treinamentos de instituições especializadas. Isso é possível através do projeto Design, Moda e Decoração, ofertado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Piauí (Sebrae-PI), que reconhece o verdadeiro potencial do mercado.

Há dois anos o projeto estimula o desenvolvimento dos empreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte e potenciais empreendedores, dos segmentos de vestuário, moda casa, acessórios e decoração. Sendo assim, já conta com resultados positivos, pois o Sebrae-PI é um dos grandes apoiadores da Piauí Moda House, evento que vai mostrar o que há de melhor no estado.

Durante quatro dias, o público poderá prestigiar os desfiles de marcas renomadas, novos talentos,além de conhecer tendências. Seis empresas que participam do evento são atendidas pelo Sebrae. Elas recebem capacitação,consultoria, orientação técnica e acesso aos mercados. Tudo para aumentar a competitividade e lucratividade.

Segundo a Gerente da Unidade de Atendimento Coletivo Indústria, Mirna Vaz da Rocha, os trabalhos têm como foco a gestão e a estratégia individual de cada empresa. “Procuramos orientar,tendo como base a necessidade do empresário. Após verificar a demanda, realizamos um plano de ação, dentre eles, eventos e capacitação. Um exemplo disso é o Piauí Moda House. Montamos várias estratégias no sentindo de mostrar a capacidade da marca piauiense”,explica.

Além disso, a consultoria realizada pelo projeto ocorre inloco, ou seja, dentro da própria empresa. “Isso melhora ainda mais as necessidades específicas dos empresários. Dessa forma, conseguimos as marcas sejam atendidas da melhor forma”, afirma. No total, o processo tem duração de dois a três anos.

O resultado garante maior visibilidade à marca, ao empresário e, consequentemente,ao cliente, que recebe um produto de qualidade. “O Sebrae é parceiro para que o empresário se faça presente na vitrine de dentro e fora do estado” ,diz.

Fonte: Djalma Batista e Daniely Viana