Proliferação de moscas aumenta com período de chuvas

Insetos são atraídos pela a umidade e aparecem em maior número nesta época

Elas são mais que um incômodo, são um risco para a saúde. E aparecem com mais força ainda no período chuvoso. As moscas podem causar sérios problemas de saúde, e são um transtorno em qualquer casa ou estabelecimento comercial. Mas por que elas aparecem mais nesse período? Quem esclarece é o médico veterinário Roberto Matias, da Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa) da Prefeitura de Teresina. Ele explica que os insetos são atraídos pela matéria orgânica em decomposição. ?A água das chuvas só vem acelerar esse processo, através da umidade. É justamente isso que atrai as moscas?, disse Roberto.

Elas estão nas casas, nos restaurantes, padarias, açougues. Quem precisa usar um self service está muito exposto a problemas causados pelos insetos, caso o dono do restaurante não tenha tomado providências para mantê-lo longe. O problema pode ser melhor percebido em uma visita ao mercado público central de Teresina. Lá, as moscas proliferam entre os locais de venda de carne bovina e de peixe. Os vendedores tentam, incansavelmente, mantê-las longe dos produtos, usando pedaços de papelão e até cabos de vassoura para espantar os insetos.

Utilizando um artefato improvisado feito de várias folhas de palmeira amaradas, Isabel Castro da Silva tentava afastar as moscas dos peixes que vende no mercado. Ela até conseguia manter os insetos afastados usando as palhas, mas bastava largar o objeto para elas voarem de volta aos peixes. ?Aqui é sempre assim. Na época de chuvas fica pior. É um problema grande para nós que vendemos peixe. Com o pessoal da carne vermelha é ainda pior, pois a maior parte dessas moscas ficam por lá?, disse Isabel, enquanto limpava as escamas de um piau.

Caso os devidos cuidados não sejam tomados, a presença das moscas pode representar riscos à saúde das pessoas. Afinal, elas podem carregar nas patas parte do material onde pousaram, daí seu potencial de contaminação e disseminação de doenças através de microorganismos. Os insetos podem gerar problemas com giárdias, amebas e infecções por estafilococus. A diarréia também é comum nessa época. Mas não é indicado aos donos de restaurantes, por exemplo, proceder por conta própria no sentido de exterminar essa incômoda praga voadora. A Gevisa recomenda a contratação de uma empresa especializada para que a desinsetização seja feita a pelo menos cada seis meses.

?Ao tentar matar as moscas com veneno, uma pessoa despreparada pode infectar um alimento, por exemplo?, alertou Roberto. Durante as fiscalizações, a Gevisa indica uma série de medidas, desde o tratamento correto do lixo até a telagem das janelas do ambiente de preparação dos alimentos, para evitar que as moscas entrem. Os cestos de lixo devem ser mantidos fechados, e o modelo com a tampa acionada pelo pé é o mais indicado. Também devem ser observados cuidados com os sanitários do local, mantendo as portas sempre fechadas. As imediações do local também devem ser mantidas limpas, para evitar a formação de criadouros.

Fonte: Dowglas Lima