Prouni 2013 tem mais de 245 mil candidatos; inscrições terminam hoje

O Prouni seleciona bolsistas para instituições privadas de ensino superior

Quase 245 mil candidatos se inscreveram no Programa Universidade para Todos (ProUni) até as 18h de segunda-feira. Esta terça (25) é o último dia de inscrição para concorrer a bolsa de estudos em instituições particulares de educação superior pelo programa. Os candidatos têm até as 23h59 para declarar interesse nas bolsas através do site do programa. Cada inscrito pode fazer duas opções de curso.

Este semestre o programa está oferecendo 90.045 bolsas, destas, 55.693 são integrais. Para se candidatar, o estudante deve ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ter média de no mínimo 450 pontos e não pode ter tirado zero na redação.

O primeiro resultado do processo seletivo, que prevê duas chamadas, será divulgado na próxima sexta-feira (28), pela internet. Os pré-selecionados terão até o dia 5 de julho para comparecer à respectiva instituição de ensino para aferição das informações prestadas no momento da inscrição, providenciar a matrícula e, se for o caso, participar de seleção própria da instituição.

O resultado da segunda chamada está previsto para 13 de julho. O estudante terá de 15 a 19 do mesmo mês para comprovar as informações e providenciar a matrícula. Os candidatos não selecionados nas duas etapas podem aderir à lista de espera do dia 26 a 29 de julho. Eles começarão a ser convocados a partir do dia 2 de agosto.

Programa Universidade para Todos

Criado em 2005, o Prouni oferece bolsas de estudos em instituições particulares de educação superior a estudantes egressos do ensino médio da rede pública. Também são atendidos bolsistas integrais oriundos da rede particular. Os candidatos são selecionados pelas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Para fazer a inscrição, o estudante deve ter no mínimo 450 pontos na média das notas do Enem e nota na redação que não tenha sido zero. Para a bolsa integral, o candidato precisa comprovar renda bruta familiar, por pessoa de até 1,5 salário mínimo. Para a bolsa parcial, de até três salários mínimos.

Fonte: Terra