Quadrilhas juninas e Dorgival Dantas encerram Encontro de Folguedos

O evento reuniu um grande público durante esses dias no Albertão.

Quadrilhas juninas e cantores renomados, como o poeta Dorgival Dantas, encerraram a 40ª edição do Encontro Nacional de Folguedos na noite de segunda-feira, dia 22, na Vila Olímpica do Albertão. Com o tema “Folclore Piauiense”, o maior evento da cultura popular piauiense reuniu um grande público nos quatro dias de festa, com shows abertos ao público, apresentações de grupos folclóricos, concursos de quadrilhas e de grafite, além de comidas típicas e um pouco do artesanato piauiense.

Na última noite, o público conheceu os vencedores dos concursos de quadrilha e grafite. Um total de dez quadrilhas mostraram toda simpatia com seus figurinos coloridos e coreografias bem ensaiadas para a platéia que lotou as arquibancadas.

Ao final das apresentações quem levou a melhor foi quadrilha junina Luar do São João, de Teresina. Ela foi eleita a melhor pelos jurados e recebeu um prêmio de R$ 5 mil. O segundo e o terceiro lugar receberam a premiação de R$ 3 mil e R$ 2 mil, respectivamente.


Os grafiteiros que produziram lindas telas durante o Encontro, também foram agraciados na noite de segunda. O grafite ‘O brincante’, feito por Wellington Almeida, mais conhecido como Dhieck, ficou em primeiro lugar e o artista recebeu R$ 3 mil. José Eduardo, o Alemão, recebeu R$ 2 mil ao conquistar a segunda colocação. Os trabalhos foram julgados por artistas renomados na área.


Mais de 50 grupos de artistas participaram desta edição do evento, que juntou reisado, bumba meu boi, quadrilhas, repentistas e várias apresentações musicais.


“Montamos uma grande programação aberta ao público. As pessoas aceitaram, compareceram e gostaram da festa. Tivemos artesanato, um parque de diversões para a criançada, uma praça de alimentação com uma variedade de comidas típicas. Além disso, todos os dias houveram shows e apresentações culturais”, destaca o secretário de Estado da Cultura, Fábio Novo.


Atrações animaram público


Bastou a banda É vip começar a passar o som para que os público se aproximasse do palco Cabeça de Cuia. E depois disso a arena foi ficando cada vez mais lotada, com a chegada do poeta do forró Dorgival Dantas. Ele que é um dos poucos artistas brasileiros que tem o privilégio de fazer um show com repertório autoral e ainda ver os fãs cantarem do início ao fim, era uma das atrações mais esperadas da noite.


Em sua primeira música “Eu acho que estou gostando de você”, o público já estava empolgado, dançando e cantando. O cantor deu sequência a animação das pessoas com “Você não vale nada, mas eu gosto de você”, e fechou o show com suas canções românticas, que embalam os corações apaixonados.


Logo em seguida, subiu ao palco o cantor Andson Mendonça. Com um repertório selecionado para convidar o público para dançar, Andson e sua banda encerrou as atividades no palco Cabeça de Cuia com chave de ouro.

Parceiro da Kalor Produções, ele ressalta que sempre que vem a Teresina tem um receptividade muito grande, prova do resultado do trabalho que vem sendo realizado. “Estamos voltando hoje e mais uma vez com casa cheia. No final deste mês teremos mais um show no Piauí e, no mês seguinte, mais dois shows”, comenta ele que está fazendo o maior sucesso com a música “Fazendinha”.


“Nosso repertório é todo pensado para que as pessoas dancem, bebam, se divirtam namorem, e tem a hora da sofrência também”, destaca. 

Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Encontro de Folguedos (Crédito: Ana Cláudia)
Fonte: Aline Damasceno