Diferente do Brasil? Entenda como crianças de outros países comemoram  o Natal; fotos

Diferente do Brasil? Entenda como crianças de outros países comemoram o Natal; fotos

Toda essa festa é para comemorar o nascimento de Jesus, no dia 25. Mas isso é como o Brasil comemora. Será que o Natal é igualzinho em todo lugar?

A criançada não vê a hora do Papai Noel chegar quando dezembro começa. Para fazer os pedidos de Natal, há os que escrevem cartinha, enviam email ou contam diretamente ao Papai Noel, encontrado facilmente nos shoppings do país.

Depois disso, é torcer para que o bom velhinho traga um presente legal na véspera de Natal, no dia 24. Nessa noite, as famílias costumam se reunir e fazer a Ceia, enquanto os presentes ficam debaixo da árvore. Toda essa festa é para comemorar o nascimento de Jesus, no dia 25. Mas isso é como os brasileiros comemoram. Será que o Natal é igualzinho em todo lugar?

O UOL Crianças foi investigar como é o Natal para as crianças de alguns países e descobriu muitas curiosidades. Tem lugar onde quem traz presente é o menino Jesus, existe país com guloseimas todos os dias de dezembro até a chegada do Natal (hum!) e tem lugar onde o Papai Noel visita (e traz presente) só no Ano Novo. Já pensou? Descubra como são as comemorações de final de ano na Grécia, Alemanha, Inglaterra, Itália, Japão e Estados Unidos.

Grécia



Tanto na véspera de Natal quanto no Rèveillon, as crianças vão às ruas e cantam canções típicas nas casas de familiares e conhecidos. As músicas são parecidas com as canções natalinas que conhecemos, mas, claro, cantadas em grego. E cada região do país tem letras diferentes para as músicas. Mas o "show" da criançada não é de graça, porque os adultos costumam retribuir a cantoria com dinheiro.

No Natal, as pessoas (principalmente os mais velhos) vão à igreja bem cedinho, no dia 25, para rezar em agradecimento. Mas este costume não tem sido seguido pelos mais jovens e muitos deles viajam neste dia. Existem muitas festas por todo o país nesse período entre Natal e Ano Novo.

Os gregos fazem mais festa no Ano Novo do que no Natal. Lá, Papai Noel se chama Ágios Vasílis, mas só chega (e com presentes) para a virada de ano. Um prato típico desta data por lá é um bolo chamado Vasilopita. Dentro dele há uma moeda e dizem que a pessoa que ganhar o pedaço com a moedinha terá sorte no próximo ano. Às vezes, a moedinha pode valer um brinquedo ou outro presente legal. A Vasilopita também costuma estar nas escolas, no 1º dia de aula do ano.

Alemanha



Lá, o Natal é muito esperado mesmo. Tanto que tem até contagem regressiva. Cerca de um mês antes do Natal começa a época chamada de Advento. Os alemães fazem a Coroa do Advento, que é parecida com as guirlandas conhecidas no Brasil, mas o detalhe é que existem quatro velas encaixadas nela. A primeira vela é acessa quatro domingos antes do Natal e, a cada semana, se acende mais uma. Isso tudo pra simbolizar a chegada de Jesus, trazendo luz às pessoas.

Mas essa não é a única contagem. As crianças também fazem o Calendário do Advento, a partir de 1º de dezembro. O tal calendário tem 24 "janelinhas" ou "portinhas", uma pra ser aberta a cada dia. Atrás delas, podem ter imagens, guloseimas, tarefas ou presentinhos. Existem versões compradas e feitas em casa.

Como nesta época do ano costuma fazer muito frio na Alemanha e anoitece cedo, as pessoas ficam mais tempo em casa e aproveitam para fazer os preparativos para o Natal. Entre as tarefas, estão: enfeitar a casa, escrever cartinhas, ensaiar músicas de Natal ou fazer biscoitinhos natalinos. Agora, tente falar o nome dos biscoitos: Weihnachtsgebäck.

No dia 6/12 é o dia de São Nicolau, que distribui chocolates ou frutas às crianças nas escolas. Por lá também existe o Papai Noel, chamado de Weihnachtsmann (que significa "o homem do Natal"). Mas quem traz presente de Natal mesmo não é ele, e sim o Menino Jesus ? "das Christkind", em alemão.

Os alemães fazem a ceia no dia 24, com comidas simples e muitas bolachinhas, e um almoço bem caprichado no dia 25. Enquanto brasileiros costumam comer peru, na Alemanha se come pato. E a festa não acaba aí: o dia 26 também é feriado de Natal!

Estados Unidos



Os americanos gostam muito de enfeitar as casas, ruas e até os carros na época do Natal. Shoppings e lojas também fazem decorações muito bonitas e iluminadas. Por lá, o Papai Noel é chamado de Santa Claus.

Cada pessoa da família pendura uma meia perto da lareira, para o Papai Noel ou os duendes ajudantes deixarem pequenas surpresas.

No dia 24, há a Ceia e algumas pessoas usam até pijamas especiais para a data, com desenhos natalinos. As crianças vão dormir com esta roupa e cheias de ansiedade, porque lá o bom velhinho só chega de madrugada para deixar presentes embaixo da árvore de Natal. Daí, só dá para abrir os presentes no dia 25!

Há outro dia no calendário americano em que se faz um grande jantar, como o da Ceia de Natal brasileira: é o Dia de Ação de Graças, feriado que acontece no final de novembro. A data serve para reunir família e amigos e agradecer tudo o que se tem.

Inglaterra



Na Inglaterra, as crianças deixam bolachinhas, pedaço de bolo de Natal e um copinho de leite para o Papai Noel na noite de 24/12. O bom velhinho chega de madrugada e quando as crianças acordam no dia seguinte, os presentes estão lá. A comemoração mesmo é no dia 25, com um almoço, e no dia 26 também é feriado.

Lá, o panetone não é comum, mas existe um bolo típico de Natal, com frutas secas. As cidades são enfeitadas com muitas luzes coloridas. Nesta época do ano, como é inverno por lá, começa a anoitecer muito cedo, por volta das 16h. A iluminação, então, destaca-se bastante.

Esse período do ano não é de férias na Inglaterra, as crianças têm aula até perto do Natal. As crianças menores fazem apresentação teatral de Natal e festa de Natal com as famílias na escola. Assim como na Alemanha, lá existe o Calendário do Advento, com um chocolatinho ou docinho para cada dia de dezembro que antecede o Natal.

Na noite do dia 24, as crianças vão de porta em porta cantando músicas natalinas e pedindo dinheiro para a caridade. A vizinhança vai se juntando e aumentando o grupo, carregando lanternas. Se alguém não souber as músicas, não há problema: há papéis com a letra das musicas impressas.

Existe uma rádio que funciona por lá só em dezembro: a Rádio da Lapônia. Lá, dá para ouvir o Papai Noel chamando as renas para entrar, por causa do frio, cuidando dos preparativos para o Natal e até fazendo um chá, para se aquecer.

Itália



Na Itália existe a Ceia do dia 24 e o almoço do dia 25. Tudo com bastante comida! O Papai Noel lá é chamado de Babbo Natale e traz presentes no dia 24. As pessoas também costumam assistir à Messa di Natale, conhecida aqui como Missa do Galo.

Mas este não é o único dia do ano com presente pra criançada! No dia 6 de janeiro a Befana, uma bruxa boa, traz presentes para quem foi comportado e também deixa dentro de uma meia, como o bom velhinho faz em alguns países. Quem não se comportou ganha um carvão. Mas, calma! O tal carvão na verdade é um doce feito de açúcar.

Japão



Como a maioria da população não é cristã, no Japão não é feriado no Natal. Mesmo assim, a data é comemorada por lá. As crianças recebem presentes do Papai Noel (chamado de Santa Kuroosu) e, nas escolas, há uma troca de presentes. Mas não como no amigo secreto: lá, os presentes vão rodando de mão em mão enquanto uma música é tocada. Quando a canção para, o presente que estiver na sua mão é seu.

Depois de um dia normal de trabalho, os japoneses comemoram jantando com a família no dia 25. O cardápio geralmente é frango assado e, como sobremesa, comem um bolo de morango com creme chantili chamado de "Christmas Cake" (ou bolo de Natal). A saudação para a data é Merii Kurisumasu, que significa Feliz Natal.

A comemoração maior é no Ano Novo, quando as crianças recebem dos adultos um envelope com dinheiro chamado otoshidama. É comum no Japão dar dinheiro como presente. Da mesma forma, um envelope com dinheiro é entregue como presente àqueles que estão entrando na escola.

Fonte: uol.com