Queimadas aumentam com a chegada do período do B-R-O-BRÓ em todo PI

Segundo o engenheiro agrônomo, Evandro Aragão, a maioria destes incêndios é provocado pelo homem

Com o B-R-O-BRÓ se aproximando as temperaturas em todo o estado começam a aumentar. Este intenso calor, não traz apenas uma sensação térmica desagradável, mas também os riscos de incêndio, que aumentam cerca de 300% nesta época do ano de acordo com levantamento do ano passado. Estes incêndios são ainda mais frequentes no sul do estado do Piauí, devido a baixa umidade relativa do ar, que atinge índices bem abaixo do valor de 60% recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo o engenheiro agrônomo, Evandro Aragão, a maioria destes incêndios é provocado pelo homem, que não tem consciência dos prejuízos e danos que esta prática causa. Muitos agricultores, com a intenção de limpar o terreno, lançam mão de queimadas, que de acordo com Aragão podem até trazer melhorias, porém sem durabilidade. Ele explica que as queimadas matam os micro-organismos, o que empobrece o solo, deixando-o completamente degradado.

Ele adverte que se este método, que ele considera obsoleto, for inevitável, é preciso primeiramente comunicar o IBAMA para que as brigadas fiquem em alerta. Também aponta que deve-se providenciar o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs), como também o devido isolamento da área, para que faíscas e materiais inflamáveis não se espalhem com o vento e venham a atingir ás áreas circundantes com fauna, flora e até seres humanos.

Para a major do Corpo de Bombeiros, Najra Nunes, diversos fatores contribuem para o aumento no número de queimadas, que podem ocorrer de maneira espontânea ou intencional, que é a que mais acontece.

?Tradicionalmente, esta época do ano é marcada por altas temperaturas, baixa umidade do ar, muito vento e vegetação seca. Além disso, vale ressaltar que quase todos os incêndios florestais são provocados pela ação do homem?, analisa a major.

Najra aponta que as equipes já estão traçando estratégias para este período. ?A corporação aumentou as guarnições de incêndio que estão de plantão por dia. Inclusive, descentralizamos nossos serviços colocando uma guarnição de incêndio no Quartel da Prainha?, afirma. Ela informa que em maio deste ano o Corpo de Bombeiros atendeu 15 ocorrências de incêndio florestal em todo o estado, já em julho esse número subiu para 285.

Fonte: Vicente de Paula