Raiva deixa Fundação Municipal de Saúde em estado de alerta

Raiva deixa Fundação Municipal de Saúde em estado de alerta

A Fundação Municipal de Saúde convoca a população para imunizar seus animais no próximo dia 10 de novembro

Durante o mês de novembro, proprietários de cães e gatos poderão levar seus animais de estimação ao posto de saúde mais próximo, pois será realizada a campanha de vacinação contra a raiva, que em Teresina é organizada pela Fundação Municipal de Saúde (FMS). Dia 10 de novembro é o início da campanha, quando que acontecerá o dia D na Zona Urbana.

Nos sábados seguintes, o alvo será a Zona Rural, sendo dia 17 na Sul, dia 24 na Leste, dia 1º de dezembro na Sudeste e dia 08 de dezembro na Norte.

De acordo com Cícero Lages, Coordenador da Equipe de Controle de Raiva e Leishmaniose do Centro de Zoonoses da FMS, a situação de estados vizinhos, como o Maranhão e o Ceará, exige uma vigilância constante por parte do Piauí.

?Dos 77 casos de raiva canina registrados no país no ano passado, 55 ocorreram no Maranhão. O estado também registrou dois óbitos humanos por conta da doença. Além disso, houve uma morte também no Ceará. O Piauí está no meio desses dois locais, e isso exige uma prevenção mais rigorosa?.

A raiva é uma doença aguda do sistema nervoso central causada por um vírus que pode acometer todos os mamíferos, inclusive os seres humanos. Uma das formas de se fazer o controle desta doença é a vacinação dos animais domésticos, principalmente cães e gatos, que têm maior proximidade com os seres humanos?.

?A raiva é uma doença que se atingir o homem pode ser letal. Por isso, a única forma de prevenir isto é através da campanha de vacinação em todos os cães e gatos. Neste sentido é importante que todos os proprietários de bichos compareçam aos postos de vacinação no dia 10?, ressalta Cícero.

De acordo com a Gerência de Zoonoses da FMS, a meta é vacinar um total de 137.723 animais, sendo 120.245 da zona rural e 17.478 mil da zona urbana. Para isso, a vacina estará disponível em 376 postos de saúde por toda a capital.

?A cobertura vacinal das campanhas contra a raiva é considerada satisfatória, a população costuma se preocupar, levando o animal ao posto de vacina mais próximo da sua residência. Resultado disso é que desde a década de 80, em Teresina não se registra nenhum caso de raiva humana?, destacou Lages.

A última cobertura realizada em 2011 alcançou um percentual de 77,58%. Desta vez, o trabalho a ser feito deve cobrir esse valor e ser superior a 80%.

Para que tal trabalho seja realizado é importante que os proprietários de cães e gatos compareçam aos postos de vacinação (Zona Urbana), nos horários de 8 da manhã às 15 da tarde.

Fonte: Thauana Cavalcante