Jovem esfaqueia irmã, mata idosa e acaba assassinado a tiros

Jovem esfaqueia irmã, mata idosa e acaba assassinado a tiros

Os investigadores informam que o jovem de 22 anos pulou o muro do edifício onde morava com a família, transtornado e sem roupas

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil de Pernambuco está investigando uma confusão ocorrida em um prédio no bairro do Parnamirim, no Recife, que terminou com duas pessoas mortas. De acordo com testemunhas ouvidas pela polícia, na noite do sábado (18), um universitário matou uma idosa e terminou assassinado por um vizinho.

Os investigadores informam que o jovem de 22 anos pulou o muro do edifício onde morava com a família, transtornado e sem roupas. Ele subiu para o apartamento onde vivia, discutiu com a irmã, de 18 anos, e depois a feriu com uma faca.

A jovem pediu socorro e quem atendeu foi uma vizinha, de 64 anos, que acabou espancada pelo rapaz e não resistiu aos ferimentos, morrendo na manhã de domingo. A irmã do agressor foi atendida no hospital Agamenon Magalhães, com ferimentos nas pernas, mãos e cabeça.

Em seguida, o estudante foi para o quarto andar do condomínio. Ainda de acordo com a polícia, ele derrubou a porta do apartamento onde mora um auditor fiscal de 39 anos, que estava com a mulher e o filho. Os dois brigaram e, durante a discussão, o auditor deu um tiro no peito do estudante. O rapaz chegou a ser socorrido, mas também não resistiu.

O auditor fiscal chegou a ser detido, passou mal e foi levado para um hospital particular, onde ficou internado sob custódia da polícia. De acordo com o chefe da Polícia Civil, Manoel Carneiro, a Justiça concedeu habeas corpus e ele vai responder o inquérito em liberdade.

Natural da Paraíba, o universitário vai ser velado e enterrado no distrito de Divinópolis, na cidade de Cajazeiras, nesta segunda-feira (20). A irmã dele recebeu alta no domingo e foi para o funeral.

Fonte: G1