Repórter da Record sofre AVC e é salva pelo cinegrafista

Leniza já está fora de perigo

Uma das principais repórteres do Cidade Alerta, a jornalista Leniza Krauss, 37 anos, gravava uma reportagem na última quarta-feira (11), quando passou mal repentinamente. O cinegrafista que a acompanhava, conhecido por Gringo, a pegou no colo, colocou dentro do carro da reportagem e a levou as presas para o hospital mais próximo. Leniza sofreu um AVC (acidente vascular cerebral, também conhecido por derrame cerebral), que pode ser fatal ou deixar sequelas graves, caso a vítima não seja atendida a tempo.

Image title

"Depois que ela foi atendida, os médicos chamaram o cinegrafista e falaram que ele salvou a vida dela", conta um amigo próximo.

Leniza ficou dois dias internada na UTI, e já está fora de perigo. Do hospital, ela tem enviado mensagens para os colegas de emissora dizendo que vai voltar ao ar _mas ainda não há previsão de quando isso vai ocorrer.

Estressada pela cobrança constante no trabalho, segundo colegas, Leniza é uma das repórteres mais populares do Cidade Alerta. Tem até fã-clube. Em seu currículo, tem coberturas de casos famosos, como o de Gil Rugai (estudante condenado em 2013 pelo assassinato da madrasta e do próprio pai). Em 2012, ela teve que ficar 40 dias fora do Estado de São Paulo após sofrer ameaças por investigar um assassinato. Para aterrorizar a jornalista, bandidos tentaram invadir sua casa em três vezes, mas todas sem sucesso.

Fonte: Uol