Repórter que denunciou Biel por assédio sexual é demitida

Ele é acusado de, durante entrevista, chamá-la de "gostosinha"

A repórter que denunciou o cantor Biel por assédio sexual durante entrevista foi demitida nesta sexta-feira (17) do portal IG. A informação foi divulgada pelo jornalista Fernando Oliveira. A princípio, teria se falado em cortes na empresa, mas o profissional desmentiu: “Não houve corte de vários funcionários no iG hoje. Houve só a demissão da repórter, a quem o portal prometeu proteger”. 

No começo deste mês, a repórter de 21 anos denunciou o cantor na 1ª Delegacia da Mulher de São Paulo por assédio sexual. Ele é acusado de, durante entrevista, chamá-la de “gostosinha” e dizer que a “quebraria no meio”. A jornalista participava de rodada de entrevistas com outros colegas, com o propósito de divulgar o novo disco de Biel na capital paulista.

Por causa do episódio, Biel foi impedido de carregar a tocha olímpica e teve um contrato de R$ 400 mil quebrado. A Tilibra desistiu de exibir um comercial gravado com o artista. De acordo com a colunista Renata Reif, do iG, a empresa preferiu não associar a imagem do MC à nova linha de cadernos escolares. Para quebrar o contrato, a marca precisou pagar uma multa. A propaganda seria exibia em julho.


MC Biel (Crédito: Reprodução)
MC Biel (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do Correio Braziliense