Resgate de família soterrada em prédio já dura mais de 30 horas

Resgate de família soterrada em prédio já dura mais de 30 horas

Vítimas ficaram soterradas após prédio em construção desabar. Corpo de Bombeiros trabalham para fazer o resgate há 30 horas.

As buscas para resgatar a família que está soterrada há mais de 30 horas seguiram a madrugada e continuam na manhã deste domingo (20). A informação foi confirmada pela a assessoria da comunicação da Secretaria da Segurança Pública (SSP). O trabalho do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil começou na madrugada do sábado (19) após o prédio desabar.

"É um trabalho de formiguinha, devagar para garantir a segurança das vítimas, mas está avançando aos poucos. A expectativa é que o resgate seja concluído até o fim da manhã. Ás 5h, as equipes de resgate começaram a abrir um novo acesso para chegar até eles porque a tentativa de acesso lateral estava bloqueada. A família está se comunicando através de sons", disse o assessor da SSP, Sérgio Freire.

No local do resgate, a iluminação foi reforçada desde o início da noite. O Corpo de Bombeiros está contando com a ajuda da Força Nacional que trouxe de Brasília um sonar, uma espécie de radar que capta ruídos muito baixos. ?O equipamento colaborou para a gente localizar exatamente onde as vítimas estão, mas o trabalho exige muitos cuidados?, explica o comandante Henrique.

O Corpo de Bombeiros de Sergipe informou no fim da tarde do sábado (19) que localizou um casal e seus dois filhos, um de seis anos e um bebê, sob os escombros do prédio. "Quando foram localizados, o homem soterrado conversou com a gente e disse que todos estavam vivos. O trabalho minucioso segue com segurança. A calma faz parte do trabalho para não colocar nada em risco. O prédio desmoronou sobre o próprio eixo?, disse o tenente-coronel José Erivaldo Mendes, coordenador da Defesa Civil de Sergipe.

O homem encontrado é servente de pedreiro da obra e dormia com sua família havia alguns dias no local, segundo um vigilante da construção.

O prédio residencial de quatro andares, que estava em construção, desabou durante a madrugada no Bairro Coroa do Meio, área nobre de Aracaju. O trecho da rua foi interditado pela Defesa Civil. O vigilante da obra disse para a Defesa Civil que permitiu que a família entrasse no prédio para dormir, como havia feito em dias anteriores.

O imóvel fica localizado na Rua Poeta José Sales Campos, na Zona Sul de Aracaju, perto da Orla da Atalaia, um dos principais cartões postais da capital sergipana.

A assessoria de imprensa da Empresa Municipal de Serviços Urbanos (Emurb), da Prefeitura de Aracaju, informou que o proprietário do prédio tinha licença para fazer a construção. Segundo o órgão, o prédio estava em fase de finalização, tinha 12 apartamentos que seriam alugados. "A documentação para a construção do prédio de quatro andares, com o térreo e garagem estava regular e foi licenciada em 2012", disse Ademar Queiroz.

O Corpo de Bombeiros informou que a causa do desabamento será investigada e o laudo deverá ficar pronto em até 30 dias.


Resgate de família soterrada em prédio dura mais de 30 horas

Resgate de família soterrada em prédio dura mais de 30 horas

Resgate de família soterrada em prédio dura mais de 30 horas

Fonte: G1 Globo