Restaurante Universitário Central será reaberto dia 5 de março

Restaurante oferecerá 5000 refeições diárias

Sob os últimos ajustes de uma reestruturação completa, a primeira unidade do Restaurante Universitário será reaberta às 11 da manhã do dia 5 de março. Ampliada, autônoma e preparada para sustentar o consumo de 5000 mil refeições diárias, a expansão dos serviços do restaurante é reação imediata ao crescimento do número de integrantes da universidade. O restaurante será batizado de "Maria Conceição Nunes", em homenagem à primeira funcionária da Universidade Federal do Piauí.

Mais que oferecer uma refeição especialmente atestada por uma equipe de nutricionistas da UFPI, o restaurante tem papel essencial na manutenção da vida universitária. Se crescem as atividades de uma universidade que demanda cada vez mais tempo de seus integrantes, aumenta com elas o tempo doado dentro dos muros do campus.

A consequência é a necessidade da UFPI ajudar muito de seus membros a manter um esquema próprio de rotina. Passando por alunos, professores e chegando até seus funcionários, como conta Adriana Carvalho, funcionária terceirizada. "Se não houvesse a possibilidade de almoçar aqui, por um preço barato, seria muito difícil manter o emprego. Eu moro no Parque Jurema, e R$ 6,00 de ?quentinha" (a média do que se paga), pesaria no meu orçamento", relata.

A reestruturação da unidade central do restaurante universitário compreende vários banheiros, dois vestiários, cabine de venda de fichas, recepção, coordenação, sala de nutricionista, câmaras de vegetais, carnes e congelados, cozinha, sala para estagiários com banheiro, duas despensas. Ao todo, foram investidos R$ 1,38 milhão.

Do total investido, cerca de R$ 580 mil foram designados para a troca de todos os equipamentos de produção, transporte e conservação de alimentos. A nova cozinha do RU Central atinge nível industrial. E, acompanhando a, o espaço de atendimento de alunos ganha condicionadores de ar e ventiladores, para mais conforto. Foram instaladas ainda câmeras para garantir a segurança dos alunos.

Para a Pró-Reitora de Assuntos Estudantis e Comunitários, professora Nadir Nogueira, "a reforma e ampliação nos dá uma maior velocidade à produção. Permite que tenhamos uma maior variedade no cardápio, sem perder a qualidade e o conforto dos alunos". Com inauguração prevista pra três dias antes do início das aulas, a pró-reitora é enfática ao apontar o principal impulso da empreitada. "Tudo é resposta ao aumento do número de vagas".

Além das melhorias que se espalham por todo o Campus Ministro Petrônio Portela, um curso em específico será grande beneficiado com o funcionamento do RU central. Os alunos de Nutrição, que já contam mais uma possibilidade de estágio com o novo restaurante, também podem enxergar um potencial na antiga cozinha da unidade III do RU no Centro de Ciências Agrárias.

Segundo a pró-reitora Nadir Nogueira, existe um projeto do Departamento de Nutrição para transformar a estrutura, que servia provisoriamente como núcleo de produção de alimentos, em um laboratório de gastronomia. "Esse laboratório servirá, inclusive, de campo de estudo para elaboração de novos cardápios", prevê a Pró-reitora de Assuntos Estudantis e Comunitários.

Fonte: UFPI