Reunião discute modelos urbanos voltados para novo conceito de THE

Encontro aconteceu no auditório do Centro de Formação Odilon Nunes

Alinhar uma nova forma de ver os espaços públicos, realinhar ruas e avenidas e transformar uma cidade mais agradável para as pessoas”, com essa frase o prefeito Firmino Filho abriu a  reunião realizada no final da tarde desta segunda-feira com gestores e técnicos das SDU’s, SEMDUH, SDR, SEMPLAN e arquitetos e engenheiros da Prefeitura de Teresina.

O encontro aconteceu no auditório do Centro de Formação Odilon Nunes, localizado na zona Norte da Cidade,  onde Gabriela Uchoa, arquiteta da Semplan, apresentou os modelos dos desenhos urbanos voltados para o conceito de cidade para as pessoas.

Durante o evento foram mostradas algumas mudanças para transformar Teresina numa cidade voltada pela população, discutindo a revisão feita sobre legislação urbana, lei de zoneamento, lei das calçadas e o novo código de obras a ser implantado na capital.

“Este é um momento para sensibilizar quem faz parte do nosso quadro de colaboradores para provar que é possível fazer uma coisa mais agradável e mais humana. Mudar é complicado, mas as pessoas querem novidades, querem coisas diferentes”, afirmou Firmino Filho.

O Prefeito também lembrou que são necessárias intervenções como o Parentão, localizado na zona sul, o Parque da Cidadania, localizado na zona Norte e projetos como o Programa Lagoas do Norte para que sirvam de exemplo para que cada representante da comunidade, do seu bairro, tenha espaços públicos como estes, que melhoram a qualidade de vida das pessoas .

“É necessário que este espaço seja pensado para todas as atividades: pedestres, ciclistas carros e transportes públicos. Espaço urbano é democracia por isso é necessário que seja voltado para todos os modais”, disse o prefeito.

A Arquiteta Gabriela Uchoa apresentou novos padrões de vias, projetos que saem do modelo que prioirizam os carros, também mostrou soluções integradas de ciclovias e trânsito compartilhado, assim como alargamento de calçadas, ordenação de estacionamento, melhoria da segurança viária, mobiliário urbano, áreas de convivência e maior cuidado com a construção de rampas de acesso, essenciais para quem necessidade desse tipo de mobilidade e reforçou o trabalho de arborização que já vem sendo feito na capital.

Teresina Participativa

Ainda durante a reunião, a secretária executiva de Planejamento Urbano, Jhamille Almeida, lembrou dos temas discutidos e as propostas apresentadas durante o Fórum Teresina Participativa, que foi realizado entre os dias 26 e 28 de abril, e estão disponíveis para consulta. Eles podem ser acessados pelo site Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (semplan.teresina.pi.gov.br) ou direto no link semplan.teresina.pi.gov.br/teresina-participativa-apresentacoes.

As propostas e as discussões do Teresina Participativa foram baseadas em cinco eixos temáticos: inclusão social, qualidade de vida, sustentabilidade ambiental, produtividade econômica e governança. Todos eles fazem parte da Agenda 2030 e irão ajudar na elaboração da revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial e do Plano Plurianual 2018-2021.

“O que foi discutido e apresentado durante o Fórum pode ser acessado e até servir de estímulo e base para que mais pessoas apresentem suas ideias e digam que Teresina elas desejam para o futuro. O Fórum Teresina Participativa foi só o começo. Até o dia 31 de maio, a Prefeitura de Teresina vai continuar ouvindo a população para a elaboração desses dois planos”, afirmou referindo-se à consulta pública que está sendo feita através da rede social Colab.re.

Além de apresentar a ideia, cada pessoa responderá também a um questionário interativo com perguntas relativas ao dia a dia da cidade. Para isso, basta acessar o site teresinaparticipativa.com.br ou baixar o aplicativo Colab.re.

Fonte: Com informações do Portal do Governo