Revisão Solidária Mega Toti para o Enem reúne 5 mil estudantes

Foram mais de 5 mil inscritos de todo o Piauí para a grande revisão

A Revisão Solidária Mega Toti Enem acontece há 19 anos no Piauí e é consagrada a maior revisão para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O reconhecimento do trabalho realizado por Luciano Mourão e uma superequipe de professores já foi reconhecido pelo Prêmio Piauí de Inclusão Social. Ontem (06), aconteceu mais uma edição, em Teresina, e foi transmitido ao vivo pela TV Meio Norte.

Ao todo, foram mais de 5 mil inscritos de todo o Piauí para a grande revisão, que abarcou temáticas diversas em geopolítica, história, biologia, química, física, gramática, literatura, redação e matemática. Esses temas fazem parte do conteúdo aplicado no Enem, que ocorre nos dias 24 e 25 de outubro.

E vem gente de todo o Estado mesmo. Francisco de Assis, de 22 anos e residente em Barras, sonha em entrar na universidade. “Meu objetivo é fazer Educação Física. Revisões como essa são boas porque melhoram o conhecimento da gente. Temos que aproveitar essa oportunidade para poder conseguir uma boa pontuação”, relata o estudante.

Já Raquel Sales, estudante do Premen Sul, em Teresina, destaca que a revisão é uma boa oportunidade para sanar dúvidas. “Essa revisão é boa porque eles revisam tudo o que a gente já viu. Além disso, é um momento de reciclagem com os ‘bizus’. Sinto mais dificuldade em química, então tento aproveitar ao máximo”, explica a estudante de 17 anos, que quer cursar Medicina.

A maior parte dos estudantes vieram de escolas públicas. A exemplo da comitiva formada pelo professor Feliciano de Jesus Costa. “Trouxemos 20 alunos da Escola Nossa Senhora da Paz que estão matriculados no Enem. Nossa expectativa é que, com a revisão, eles possam fazer uma boa prova e ingressem em um curso superior”, afirma.

Nos agradecimentos, Mourão reitera o apoio do Sistema Meio Norte de Comunicação neste caminho rumo à promoção da educação. “Agradecemos o apoio de todos por acreditarem e incentivarem a ideia. Juntos participamos de um grande projeto social. Nada se faz sem apoio, recursos e crédito. Não um crédito bancário, mas um que vem da confiança depositada em nós. Pelo crédito e a confiança demonstrada em nosso trabalho, e por compartilharem conosco este sonho, agradecemos aos colaboradores, em especial a todos os vestibulandos presentes, à excepcional equipe de professores e à TV Meio Norte”.

Entrada revertida em alimentos para doação

Para participar da revisão, os estudantes pagam uma taxa simbólica de R$ 5 e dois quilos de alimentos não perecíveis. Os alimentos doados pelos estudantes são revertidos em recursos para instituições filantrópicas, fundações e associações preocupadas com o bem-estar de pessoas menos favorecidas.

A exemplo de uma associação dos moradores da zona Leste, que compareceu à Mega Toti para receber as doações.

"Nós somos da liderança comunitária do Parque Universitário e lutamos por benfeitorias aos moradores. Soubemos do evento e que iam disponibilizar comida para doarmos a pessoas carentes que moram por lá", disse Fernando Parqui.

Fonte: Lindalva Miranda e Lucrécio Arrais