Salário mínimo pode passar a ser de R$ 854 reais em 2016

Em abril de 2013, na proposta da LDO do ano seguinte, o governo previa que o piso somaria R$ 849,78 no ano que vem.

O governo federal fez uma proposta para que o salário mínimo do Brasil suba para R$ 854 a partir de janeiro de 2016. Atualmente, o piso do trabalhador brasileiro é de R$ 788 e, com isso, o percentual de correção será de 8,37% no próximo ano.

Em 2012, quando enviou a proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2013, o governo previa que salário mínimo superasse R$ 800 ainda em 2015, mas com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) abaixo do esperado na época, a alta (para os atuais R$ 788) acabou sendo menor.

Em abril de 2013, na proposta da LDO do ano seguinte, o governo previa que o piso somaria R$ 849,78 no ano que vem. Contudo, em março do ano passado, na proposta da LDO deste ano, a estimativa para o valor do salário mínimo de 2016 já havia recuado para R$ 839,24.

A correção já está na proposta da LDO, divulgada nesta quarta-feira (15) pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O documento está sendo enviado ao Congresso Nacional para aprovação. Vale lembrar que a correção do salário é definida pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), índice de inflação calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do ano anterior ao reajuste, somada ao PIB de dois anos antes, proporcionando assim ganhos reais para os assalariados - acima da inflação -.

Fonte: iBahia