Salas de vacinas são preparadas para Campanhas de Poliomielite

Dia D da campanha será realizada em 15 de agosto

As salas de vacinação de Teresina já estão sendo abastecidas para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite do ano de 2015 e a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização de Caderneta de Vacinação. O Dia D acontecerá no dia 15 de agosto, a partir da 8h30, na Unidade Básica de Saúde Dr. Francílio Ribeiro de Almeida, no bairro Angelim, zona Sul da cidade.

O grupo alvo na Campanha contra a Poliomielite são as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade, aproximadamente 12.716.756 no Brasil inteiro, e a meta mínima a atingir será de 95% de cobertura vacinal em cada município. Em Teresina, a meta é vacinar um total de 55.435 crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade.

Esta será a 36ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e neste ano comemora-se o 26º ano sem a doença no país, estando livre do poliovírus desde 1990. “Até que aconteça a certificação mundial da erradicação desse agente infeccioso, todas as ações devem ser mantidas, portanto a importância desta Campanha, que visa evitar a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite no país”, explica Amariles Borba, diretora de Vigilância em Saúde da FMS. Em 1989, foram registrados os últimos casos de poliomielite no país, mantendo-se com incidência zero desde aquele ano.

Para a campanha de Multivacinação o grupo alvo para a atualização do esquema vacinal são as crianças menores de cinco anos de idade. Durante o período da campanha, serão contabilizadas as doses aplicadas. “Na campanha  será avaliada a situação vacinal do grupo alvo, para que de forma seletiva proceda-se a atualização da caderneta de vacinação, de acordo com os esquemas preconizados pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI)”, destaca Amariles Borba, acrescentando que na ocasião serão ofertadas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança visando diminuir o risco de transmissão de enfermidades imunopreveníveis, assim como, reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal.

Nestas campanhas procuram-se administrar vacinas de forma seletiva e possibilitar a atualização da situação vacinal, como a vacina tríplice bacteriana (difteria, tétano e coqueluche) e tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola). Os resultados destas ações podem ser comprovados na redução das doenças imunopreveníveis no país como sarampo, coqueluche, tétano neonatal e acidental, meningites.

“Nas campanhas deste ano a FMS introduzirá uma novidade. Será o Boletim Diário de Comparecimento. No documento será possível formalizar o comparecimento da criança à sala de vacina, para assim, a FMS ter  parâmetros a seguir para analisar quantas crianças estão ou não com a caderneta atrasada e dessa forma poder traçar novas estratégias para otimizar o trabalho de vacinação”, lembra a diretora.

No Dia D da campanha estarão funcionando 59 salas de vacina, sendo 23 na zona Norte da cidade, 19 nas regiões Leste e Sudeste e 17 na zona Sul. A campanha acontece no período de 15 a 31 de agosto. Nesse período, todas as salas de vacina estarão abastecidas para garantir a imunização das crianças.

 

Fonte: FMS