São Paulo abrirá concurso para 1.530 professores

O salário inicial será de R$ 1.900, para uma jornada de 30 horas semanais.

A Prefeitura de São Paulo vai contratar 1.530 professores de todas as disciplinas do ensino médio e fundamental para ocupar vagas abertas na rede. O salário inicial será de R$ 1.900, para uma jornada de 30 horas semanais. O edital deverá ser publicado no próximo dia 22.

"Tivemos uma reunião no início da semana com a Secretaria da Educação e todos os detalhes foram definidos", afirma o vereador Claudio Fonseca (PPS), presidente do Sinpeem (Sindicato dos Profissionais em Educação no Ensino Municipal de São Paulo).

As inscrições serão feitas pela internet e nas agências do banco Santander a serem credenciadas pela Fundação Carlos Chagas, responsável pelo concurso. A taxa deverá ser de R$ 58.

Os prazos são das 10h do dia 10 de agosto às 14h de 21 de agosto, pela internet, e de 10 a 21 de agosto, das 10h às 16h, nas agências bancárias.

Inicialmente, as provas (conhecimentos gerais e específicos) estão marcadas para os dias 25 de outubro e 1º de novembro, em locais a serem definidos. A ordem de classificação servirá como critério para a escolha da unidade. Os professores contratados começarão a trabalhar no ano letivo de 2010.

Concurso interno

Além de contratar novos servidores, a prefeitura vai preencher 331 cargos de chefia que estão vagos. Haverá concurso interno, com participação exclusiva para os docentes da Secretaria Municipal da Educação que estejam há, pelo menos, três anos no cargo. O município de São Paulo tem cerca de 52 mil professores na rede pública.

Do total de vagas, 230 são para coordenadores pedagógicos, cuja remuneração mínima é de R$ 2.122,53. Há, ainda, 97 cargos para diretor de escola, que paga um salário-base de R$ 2.407. Finalmente, o concurso para supervisor de ensino vai contratar três professores para o cargo. Os selecionados trabalharão nas DREs (Delegacia Regional de Ensino).

O vereador Claudio Fonseca explica que os salários iniciais raramente são os recebidos pelos servidores nesses cargos de chefia. "Há acréscimos e bonificações por tempo de serviço, títulos, cursos realizados, entre outros critérios. Normalmente, quem passa no concurso já começa recebendo mais do que o piso."

O Sinpeem vai dar um curso gratuito para os seus associados que quiserem concorrer aos cargos de chefia. As datas e horários serão divulgados no site www.sinpeem.com.br. As inscrições começarão após a publicação do edital. A Secretaria Municipal da Educação não foi localizada ontem.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br