Saques de FGTS para compra da casa própria crescem 27% no 1º trimestre

O crescimento foi gerado pelo aquecimento do setor de crédito imobiliário

Os saques do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para a compra da casa própria registraram aumento de 27,4% no primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2009, segundo dados divulgados pela Caixa Econômica Federal nesta quinta-feira.

O crescimento foi gerado pelo aquecimento do setor de crédito imobiliário, de acordo com o banco. A alta fez os saques habitacionais superarem os de aposentadoria no total de resgates do FGTS.

Os saques para a compra da casa própria representaram 13,6% do total retirado neste ano, enquanto os de aposentadoria ficaram em 12,7%. Em 2009, as aposentadorias corresponderam a 12,2% do total contra 9,8% usados para habitação.

O maior peso dos resgates do FGTS é observado nas demissões sem justa causa, com 65% do total. Esse tipo de operação teve queda de 8,37% no primeiro trimestre deste ano na comparação com mesmo período do ano passado.

Para o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa, Wellington Moreira Franco, os indicadores mostram melhora da economia e na qualidade de vida dos trabalhadores.

Arrecadação

A Caixa espera atingir nível recorde de arrecadação no FGTS em 2010, com R$ 10 bilhões. A soma arrecadada no primeiro trimestre (R$ 3,75 bilhões) representa mais da metade (54%) de toda a arrecadação de 2009.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br