Saúde na Escola chegará a 80 municípios no Piauí

O programa foi lançado, na noite de quinta-feira (4), em Pernambuco, pelo presidente Lula

Todos os 647 munic?pios selecionados para participar do Sa?de na Escola t?m 30 dias, a partir do dia 5 de setembro, para aderir ao programa, de acordo com a Portaria n? 1.861, do Minist?rio da Sa?de, divulgada no Di?rio Oficial da Uni?o.

O programa foi lan?ado, na noite de quinta-feira (4), em Pernambuco, pelo presidente Luiz In?cio Lula da Silva, acompanhado do ministro da Sa?de, Jos? Gomes Tempor?o. Prevenir e promover sa?de, por meio de avalia?es do estado nutricional, incid?ncia precoce de hipertens?o e diabetes, controle de c?rie, acuidade visual e auditiva e tamb?m psicol?gica do aluno s?o os objetivos do programa, que beneficiar?, at? 2011, 26 milh?es de estudantes de 1.242 munic?pios com baixo ?ndice de Desenvolvimento da Educa??o B?sica (Ideb).

No Piau?, o Sa?de na Escola ser? desenvolvido em 80 munic?pios com Ideb menor ou igual a 2,69 e cobertura de 100% do Sa?de da Fam?lia. Em Teresina, capital do Estado, h? previs?o de repasse de incentivo para 61 equipes do Sa?de da Fam?lia a fim de atender as escolas que tamb?m registram baixo Ideb e s?o participantes do Programa Mais Educa??o. At? o fim deste ano, em todo o pa?s, o Sa?de na Escola beneficiar? 2 milh?es de estudantes dos 647 munic?pios selecionados, o que representar? investimento de R$ 34,5 milh?es. Para atingir a meta global - 26 milh?es de jovens - o Governo Federal aplicar? R$ 844 milh?es nos pr?ximos tr?s anos.

O Sa?de na Escola representa um casamento das necessidades de melhorar o desempenho escolar e a sa?de dos estudantes. O gerente de projetos e assessor do Departamento de Aten??o B?sica do Minist?rio da Sa?de, Ant?nio Dercy Silveira Filho, ressalva, por?m, que n?o ? poss?vel atribuir s? aos aspectos da sa?de um salto na qualidade do aprendizado. Segundo ele, o rendimento escolar depende tamb?m de outros fatores e do aluno.

O Programa Sa?de na Escola est? estruturado em quatro blocos. O primeiro consiste na avalia??o das condi?es de sa?de, envolvendo estado nutricional, incid?ncia precoce de hipertens?o e diabetes, sa?de bucal (controle de c?rie), acuidade visual e auditiva e, ainda, avalia??o psicol?gica do estudante. O segundo trata da promo??o da sa?de e preven??o, que trabalhar? as dimens?es da constru??o de uma cultura de paz e combate ?s diferentes express?es de viol?ncia, consumo de ?lcool, tabaco e outras drogas. Tamb?m neste bloco haver? abordagem ? educa??o sexual e reprodutiva, al?m de est?mulo ? atividade f?sica e pr?ticas corporais.

O terceiro bloco do programa ? voltado ? educa??o permanente e capacita??o de profissionais e de jovens. Essa etapa ser? oferecida pela Universidade Aberta do Brasil, do Minist?rio da Educa??o, em interface com os N?cleos de Telessa?de, do Minist?rio da Sa?de, e observar? os temas da sa?de e constitui??o das equipes de sa?de que atuar?o nos territ?rios do PSE.

Fonte: CCOM, www.pi.gov.br