Saúde registra 121 casos suspeitos de Influenza A H1N1 no Piauí

Mais de 62% foram em pessoas do sexo feminino.

De janeiro a 07 de junho de 2016, segundo relatório epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, foram notificados 133 casos suspeitos de Influenza A H1N1. Sendo 18 óbitos suspeitos. Destes 121 casos são de pacientes residentes do Piauí e 12, provenientes do estado do Maranhão.

De acordo com o relatório epidemiológico semanal, os municípios com maior registro da doença são: Teresina, José de Freitas, Parnaíba e Timon (MA).

Em relação ao gênero, dos 133 casos notificados, mais de 62% foram em pessoas do sexo feminino e 37%, do sexo masculino.

“Essa nova atualização mostra que o Piauí registrou 18 óbitos suspeitos de H1N1, sendo que três deles são do Maranhão. As amostras coletadas desses pacientes estão sendo processadas no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, que é o serviço de referência para este agravo. Acredita-se que o retardo no recebimento dos resultados deve-se a demanda elevada do número de casos”, disse Amélia Costa, coordenadora estadual de Epidemiologia.

Do total de notificados, dois já foram confirmados para Influenza, quinze são de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) não especificada, um caso foi isolado o adenovírus e 115 aguardam resultados laboratoriais para o seu encerramento.

A coordenadora estadual de Imunização, Kassia Barros, explica que “o Piauí já atingiu a meta de imunização do público prioritário, mas os municípios que ainda possuem doses devem continuar a vacinação”.

Ações preventivas
Frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento, cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir, evitar compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

Dados da H1N1 no Piauí (Crédito: Reprodução)
Dados da H1N1 no Piauí (Crédito: Reprodução)


Fonte: ASCOM