SDU e coordenação do projeto Lagoa do Norte discutem problemas ocasionados pelas chuvas

SDU e coordenação do projeto Lagoa do Norte discutem problemas ocasionados pelas chuvas

As providências já estão sendo tomadas para evitar danos maiores, disse o presidente da SDU Norte

As águas que ficaram empossadas e causaram prejuízos diversos aos moradores do parque Lagoa do Norte, em Teresina, com as últimas chuvas foi tema de discussão entre a população, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (SDU ? Centro Norte) e o coordenador do projeto Lagoa do Norte. Dentre os problemas citados são rachaduras nas casas e alagamentos.

A SDU garante que a prefeitura de Teresina vem acompanhando todas as dificuldades dos moradores. Fazendo o possível para resolver o problema.

O superintendente da SDU, João Pádua, esteve no local na manhã desta quarta-feira, 15, e afirmou que, apesar da dificuldade, houve uma melhora significativa no bairro. ?É inegável a transformação que está recebendo a área do projeto Lagoa do Norte, que está na conclusão da sua primeira etapa. Em relação aos problemas que este lugar vem enfrentando, as providências já estão sendo tomadas. A obra de uma galeria está sendo executada. Hoje, pela manhã, os projetistas já estiveram no local para resolver o problema?.

João Pádua assegura que os problemas relacionados aos alagamentos só não foram maiores porque ?a prefeitura vem atuando desde o mês de novembro com limpeza de bueiros e de galerias nessas regiões de risco que tem construções inadequadas e no curso das águas.?

?Essa promessa é uma maravilha, mas preciso olharem para todos nós, a água traz lixo, bichos, insetos para as portas da gente?, afirmou uma moradora que reside no bairro há 25 anos.

?Eles cavaram, colocaram as manilhas e deixaram pior do que estava, pois não estava tão ruim assim. Depois que fizeram o serviço ficou pior?, disse uma moradora.

O coordenador do projeto Lagoa do Norte, Carlos Lairon, afirma que programa está dentro do prazo de execução e que o projeto priorizou as macrodrenagens, com foco nas maiores lagoas, ficando para trás os problemas de microdrenagens, que vamos trabalhar daqui para frente.?

Fonte: Denison Duarte