SDU realiza mutirão de limpeza pelas ruas e avenidas da zona Leste

O serviço de limpeza é feito diariamente, em diferentes bairros

Ruas limpas e bem cuidadas fazem parte da vida de uma população consciente e educada, isso todo mundo sabe. Porém, nem sempre é o que se observa, em se tratando de ruas e avenidas de Teresina. A limpeza de vias públicas, praças, galerias e áreas verdes é de responsabilidade do município, mas cabe também à população fazer sua parte, conscientizando-se de que jogar lixo em via pública é crime.

O que geralmente acontece são as reincidências de lixo de toda natureza, em áreas verdes, calçadas, ruas e avenidas, e o que é pior, quando jogam lixo dentro de galerias, provocando a obstrução dos canos de esgotos e muitas vezes inundações em vias.

Na zona Leste de Teresina não é diferente. Lá, segundo o gerente de Serviços Urbanos da Superintendência de Desenvolvimento Leste (SDU/Leste), Marcos Almeida, é comum encontrar lixo, principalmente em áreas verdes e terrenos baldios. Por conta disso, o serviço de limpeza é feito diariamente, em diferentes bairros da região. A cada dia um bairro é contemplado com a limpeza realizada pelas nove equipe de agentes de limpeza púbica da Prefeitura de Teresina, o que corresponde a 140 homens trabalhando, todos os dias, para manter os bairros limpos.

No próximo sábado será realizado um mutirão de limpeza, no Bairro Satélite, com capina, varrição, limpeza de praças e áreas verdes. “A prefeitura tem a obrigação de fazer a limpeza de vias públicas, mas a população deveria ser mais consciente de que jogar lixo em ruas e outros locais público tanto deixa a cidade feia, como pode prejudicar a saúde das pessoas. As pessoas deveriam contribuir mais com o nosso trabalho. Às vezes, a gente limpa uma área em um dia e no outro, quando a gente retorna ao local, está novamente cheio de lixo”, lamenta Marcos Almeida.

Segundo ele, já foi feito trabalho de conscientização, por equipes da Prefeitura de Teresina, nos bairros da zona Leste, através de carro de som e panfletagem, mas reconhece que o ideal seria realizar esse tipo de campanha mais vezes durante o ano, para alertar as pessoas sobre o perigo de lixo jogado em vias públicas. “Vamos ver a possibilidade de serem intensificadas as campanhas de conscientização sobre como as pessoas devem proceder em relação ao lixo produzido por elas, em suas residências ou estabelecimentos comerciais. Isso não impede de continuarmos o nosso trabalho, que é diário. Só aos sábados é que reforçamos a limpeza, em forma de mutirão. No próximo sábado será a vez do mutirão de limpeza no Satélite”, reitera Marcos Almeida.

Equipe de fiscalização tenta evitar lixo em locais indevidos

O gerente de Serviços Urbanos da SDU/Leste, Marcos Almeida, explica que existe também uma equipe de fiscalização da Prefeitura de Teresina que realiza, diariamente, o trabalho de fiscalização, em todos os bairros da zona Leste, com o objetivo de coibir a ação de pessoas, de jogarem lixo em vias públicas. Segundo ele, na maioria das vezes é difícil identificar o autor da ação. Mas quando isso é possível, a pessoa é penalizada com multa ou apreensão, no caso de veículos e carroças.

O trabalho de fiscalização é feito por um fiscal de Postura, outro fiscal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, de um agente da Superintendência de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans), de um policial militar e com o apoio de uma viatura.

Marcos Almeida explica que, quando a equipe de fiscalização consegue identificar um caminhão, por exemplo, jogando lixo em vias públicas, o responsável leva multa pela Strans e pelo Meio Ambiente. No caso de ser um carroceiro, a carroça é apreendida e seu proprietário precisa ir à SDU/Leste, pagar uma multa e retirar a carroça e ainda assinar um termo de compromisso em não mais jogar lixo em via pública.

O valor da multa para caminhões varia de cinquenta reais a cinco mil reais. E quando são pessoas a pé ou de carro, pegas jogando lixo em logradouros públicos ou terrenos baldios, a equipe de fiscalização anota o número do CPF da pessoa e esta é multada em cem reais.

Zona Leste possui contêineres para lixo não orgânico

A SDU/Leste dispõe de seis contêineres, espalhados por bairros da zona Leste, com o objetivo de facilitar a vida das pessoas, na hora de jogar lixo não orgânico, fora. Os contêineres ficam localizados nos bairros São João, Jóquei Clube, Vila Maria, Universidade Federal do Piauí e dois contêineres no bairro Piçarreira, por ser uma área maior.

“Não existem motivos para as pessoas jogarem lixo em terrenos baldios ou logradouros públicos, já que a SDU/Leste possui vários contêineres à disposição de quem necessita jogar algum tipo de lixo fora. É só se deslocar até um dos contêineres”, reforça Marcos Almeida, acrescentando que só podem jogar lixo nesse recipientes próprios, carroceiros e pessoas portando lixo em carros pequenos (de passeio). OU seja, é proibido caminhões carregados de lixo. Nesses casos, esses caminhões têm que ir para o lixão, na zona sul da cidade.

Fonte: Lindalva Miranda