Secretaria de Justiça amplia atendimento à saúde bucal em presídios

12 consultórios foram estruturados em presídios do PI desde 2015

O secretário de Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, inaugurou, nessa quarta-feira (23), o consultório odontológico construído na Penitenciária José de Deus Barros, que fica no município de Picos. No total, 12 consultórios foram estruturados em unidades prisionais do Estado, de 2015 para cá.

O consultório de Picos recebeu equipamentos como cadeiras odontológica, autoclaves, compressores, aparelho de raio-X, fotopolimerizadores, câmeras escuras portáteis; amalgamadores em cápsula, aventais de chumbo e insumos odontológicos.

Outra obra inaugurada pela Secretaria de Justiça junto com a Prefeitura de Picos foi o albergue para acolhimento das famílias de detentos. Segundo o gerente da unidade, Sinval Hipólito, "estas eram antigas reivindicações da gerência da unidade que, agora, são contempladas".

Além dessas obras, o secretário de Justiça também entregou o sistema de monitoramento por câmeras de segurança e o sistema de alarme e assinou com o prefeito de Picos, Padre Walmir Lima, termo de cooperação para realização do projeto Registrar na unidade.

Por meio do projeto, coordenado pela Diretoria de Humanização e Reintegração Social da Secretaria de Justiça, serão emitidos documentos como RG, CPF, certidões de nascimento e casamento e títulos de eleitor para aqueles detentos que ainda não têm.

O secretário Daniel Oliveira observa que outras medidas que colaborem com a humanização e com a ressocialização nas unidades penitenciárias de Picos estão sendo buscadas, como a implantação da Política Nacional de Atenção à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP).

Ainda segundo o gestor, a Sejus já disponibilizou equipe para prestação de assessoria jurídica na Penitenciária José de Deus Barros e está viabilizando um mutirão processual para atender aos detentos, a exemplo do que vem sendo realizado pela Força Tarefa Defensorial em outras unidades prisionais.

"Também estamos nos articulando para trazer para Picos o sistema de monitoramento eletrônico, uma medida alternativa à prisão que colabora para amenizar o problema da superlotação e ajuda no processo de ressocialização", pontua Daniel Oliveira.

Para o promotor de justiça da 6ª Promotoria de Justiça de Picos, Marcelo Monteiro, as ações que estão sendo realizadas na penitenciária do município dão aos presos a sensação de atenção, o que, segundo ele, ajuda a diminuir muitos problemas de ordem prisional.

"Se não se pode aumentar as vagas de imediato, pode-se melhorar o atendimento. Precisamos ser sempre proativos, buscando apoio daquelas as instituições comprometidas com a humanização e ressocialização do preso", ressalta Marcelo Monteiro.


 Ampliado atendimento à saúde bucal  nos presídios
Ampliado atendimento à saúde bucal nos presídios
 Ampliado atendimento à saúde bucal  nos presídios
Ampliado atendimento à saúde bucal nos presídios
 Ampliado atendimento à saúde bucal  nos presídios
Ampliado atendimento à saúde bucal nos presídios
 Ampliado atendimento à saúde bucal  nos presídios
Ampliado atendimento à saúde bucal nos presídios


Fonte: Portal MN