Secretaria de Saúde faz investimentos de R$ 6 milhões em Floriano

O programa federal deverá chegar a todos os municípios.

Respondendo aos anseios dos piauienses no que tange a evolução no atendimento hospitalar nas mais distintas regiões, o secretário de Saúde, Francisco Costa (PT), comemorou os resultados obtidos em Floriano, no Sul do Estado, principalmente com a intensificação da assistência médica, possibilitando o crescimento na demanda abarcada pelas unidades no município. Ao todo foram investidos desde o início da gestão mais de R$ 6,1 milhões na reforma e ampliação do Hospital Regional Tibério Nunes e no Hemocentro.

As ações que beneficiam ainda os municípios circundantes também abarcam a conclusão da Policlínica Regional e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Nesse âmbito, o andamento das obras ressaltou o esforço na consecução de investimentos, mesmo com a grave crise enfrentada mundialmente. “Essas ações de melhoria na rede hospitalar, assim como ocorre em Floriano, realizamos nos demais hospitais. Ampliamos os leitos de UTIs e UCI, tanto para adultos, como para neonatal”, afirmou o gestor.

De acordo com Costa, as ações se difundem pela melhoria no acesso ao atendimento das crianças, reverberados com a implantação de 20 leitos direcionados ao cuidado desses pacientes, inclusive, no que se refere aos casos que exigem tratamento intensivo. As obras estão em execução, contudo o secretário impôs que as iniciativas são demandadas desde a atenção à saúde das grávidas com a implantação da Rede Cegonha.

O programa federal deverá chegar a todos os municípios, possibilitando que a qualidade no atendimento alcance altos níveis, dando segurança tanto a mulher quanto o bebê. “A Rede Cegonha deve ser amlpiada para Parnaíba, Piripiri, São Raimundo Nonato e Picos”, disse.

Fonte: Francy Teixeira