Secretaria de Saúde vai ampliar os atendimentos do Samu Aéreo

Mais procedimentos e direito de acompanhante para o paciente

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência Estadual (Samu) irá ampliar a assistência aos pacientes que necessitam do atendimento aéreo. Para isso, a Secretaria de Estado da Saúde vai contratar uma nova aeronave, com maior autonomia de voo, e que deve propiciar a realização de mais procedimentos, garantindo ainda um acompanhante para o paciente.

“O secretário de saúde, Francisco Costa, acatou um pedido dos profissionais com relação às melhorias do serviço do Samu. Um serviço de grande relevância, que tem feito transportes de pacientes graves e possibilitando uma chance de sobrevida do paciente”, declarou a coordenadora do Samu Estadual, Christiane Rocha Leal.

Segundo a coordenadora, a nova aeronave será de maior porte, com espaço também para acompanhante, o que se torna um grande diferencial, principalmente quando os pacientes são crianças ou idosos, e estão inconscientes. Além disso, a própria autonomia que dará condições de realizar mais de um voo por dia. “Outro avanço no serviço será o maior número de pacientes que poderão ser atendidos por conta da aeronave ser pressurizada”, disse.

A coordenadora deixa claro, ainda, que a população não está desassistida com a suspensão temporária desse serviço. “Todos os locais onde o Samu aéreo faz busca de pacientes tem unidade de suporte avançado com equipe médica, técnico, enfermeiro e condutor, com ambulância equipada com o mesmo equipamento que existe na aeronave”, afirma.

Terrestre
Atualmente, 70 municípios do Estado possuem base do Samu terrestre, com ambulância entre suporte avançado e suporte básico. Existem, também, duas centrais do Serviço no Estado, uma central em Parnaíba que atende a cinco municípios e a central de Teresina que atende a três municípios.

“Estamos com o parecer técnico do Ministério da Saúde para implantação de algumas bases novas em municípios do interior do estado. Recentemente implantamos as bases de Demerval Lobão e Monsenhor Gil que já estão com ambulâncias do próprio município. O município de Colônia do Gurguéia também já recebeu parecer favorável para a criação de uma base do Samu e já tem disponível uma ambulância para iniciar o funcionamento”, acrescentou Christiane Rocha.

Fonte: Com informações do Portal do Governo