Secretaria alega não ter efetivo para fiscalizar boates

As fiscalizações foram anunciadas após o incêndio em uma boate no RS que matou 238 pessoas.

O secretário municipal de Meio Ambiente, Agamenon Bastos, e o superintendente da Sdu Centro/Norte, João Pádua, disseram em reunião com representantes do Ministério Público que não tem servidores suficientes para fazer vistorias nas casas de shows de Teresina.

Segundo a coluna Opinião, do Jornal Meio Norte, João Pádua sugeriu a realização de concurso para a admissão de novos fiscais. A Promotoria havia sugerido a fiscalização de 20 estabelecimentos por mês.

As fiscalizações foram anunciadas após a tragédia que matou 238 pessoas na cidade gaúcha de Santa Maria.

Fonte: Jornal Meio Norte