Sejus realiza 927 matrículas de presos em programas educacionais

Comparado com 2015 houve aumento de 347 matrículas de detentos

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) realizou 927 matrículas de detentos para os programas educacionais que serão desenvolvidos nas unidades prisionais do Estado em 2016.

Em comparação a 2015, houve um aumento de 347 matrículas de pessoas privadas de liberdade nos programas de educação desenvolvidos pela Secretaria de Justiça em dez unidades penais.

Na Educação de Jovens e Adultos (EJA), foram 742 matrículas, e no Canal de Educação, 65 matrículas. A novidade é a implantação, pela primeira vez, do programa Brasil Alfabetizado, que matriculou 120 reeducandos.

Os dados são da Coordenadoria de Ensino Prisional da Sejus, que tem como meta ampliar, também, o número de inscrições de reeducandos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que, no ano passado, foi de 223.

"Aprovamos cinco reeducandos no Enem, um resultado positivo que esperamos aumentar neste ano. Também queremos garantir a universalização do ensino, através do Plano Estadual de Educação nas Prisões", pontua o secretário de Justiça, Daniel Oliveira Valente.

O Plano Estadual de Educação nas Prisões, elaborado pelas secretarias de Justiça e de Educação, está sendo analisado pelos ministérios da Justiça e da Educação. O objetivo é garantir ensino para as 15 unidades penais do Piauí.

De acordo com a coordenadora de Ensino Prisional da Sejus, Jussyara Valente, o órgão está reforçando, também, outros projetos educacionais nos presídios, como é o caso do Leitura Livre.

"Também estamos buscando a doação de livros para darmos suporte a esses programas, incentivando a leitura entre os reeducandos, dando a eles oportunidades para, através da educação, se ressocializar", destaca a coordenadora de Ensino Prisional.

Encontro pedagógico - A Diretoria de Humanização e Reintegração Social da Secretaria de Justiça realizou, nesta quarta (9), na Escola Penitenciária do Piauí, em Teresina, um encontro pedagógico com professores que trabalhando sistema prisional do Estado. O evento serviu para dar orientações sobre planejamento pedagógico, diários escolares, ajustes no quadro de horários, dentre outros pontos. O encontro contou com representantes da Secretaria de Educação do Estado. O período letivo nas penitenciárias do Piauí iniciou no dia 22 de fevereiro.

Fonte: Portal MN