Serra da Capivara é citada na França como um dos oito santuários do Brasil

No site, o jornal disponibiliza um link para acessar um guia com opções de hospedagem e restaurantes, dentre outras informações.


O Parque Nacional Serra da Capivara em São Raimundo Nonato (a 500 km de Teresina) foi citado pelo  jornal francês Le Fígaro como um dos oito “santuários” pouco conhecidos pelos turistas no Brasil. No site, o jornal disponibiliza um link para acessar um guia com opções de hospedagem e restaurantes, dentre outras informações.

Além da Serra da Capivara, outros quatros dos oito locais listados, estão no Nordeste: Fernando de Noronha (PE), Chapada Diamantina (BA), Cânion do Xingó (SE) e a praia de Arraial d’Ajuda (BA).

Sobre a Serra da Capivara, o jornal destaca os mais de 300 sítios arqueológicos com pinturas rupestres datadas de mais de 25 mil anos e a Pedra Furada como uma “consequência surpreendente das mudanças geológicas”. Também diz que o Parque é Patrimônio Mundial da Humanidade desde 1991.

Confira os oito santuários descritos pelo jornal Le Fígaro de circulação na França:

1 – Arquipélago de Fernando de Noronha - PE

A 710 quilômetros ao norte de Fortaleza, está a antiga base militar brasileira que é hoje um exemplo de preservação ambiental. Com sua natureza selvagem, suas praias de areia fina e seu fundo do mar magnífico, ela preencherá os amantes da natureza. A ilha é um santuário para as tartarugas e os golfinhos. Acessível por via aérea da maior parte das grandes cidades, o arquipélago atraiu, no século XIX, numerosos cientistas, entre os quais Charles Darwin. As entradas e saídas são controladas e uma taxa será solicitada aos turistas que desejam ir até lá.

2 – Parque Nacional da Chapada Diamantina - BA

Declarado parque nacional em 1985, seu nome fez referência à formação geológica particular do local e à prospecção de diamantes no século XIX. Chamados morros, estas montanhas de contornos circulares formam superfícies planas no topo, de onde se pode admirar uma vista panorâmica sobre a região por ocasião das caminhadas. No coração do estado da Bahia, a reserva natural se estende por 1.520 quilômetros quadrados e abriga perto de 300 cascatas. Cercas são célebres por seus riachos vermelhos. O parque dispõe ainda de grutas e de cânions visitados pela maior parte dos turistas.

3 – Ilha de Marajó - PA

Lá onde o Amazonas encontra o mar, nesse delta gigantesco onde as águas sombrias do rio se misturam às dos riachos, está a maior ilha cercada de água doce do mundo. A riqueza de sua fauna e de sua flora fazem da ilha um lugar privilegiado para admirar as espécies sul americanas. Guarás vermelhos, papagaios, anacondas, flamingos róseos e mesmo uma raça local de cavalos, os marajoaras, encontraram refúgio nesta ilha, coberta em sua metade pela floresta tropical quase inacessível. Para os que apreciam se bronzear, a ilha possui ainda praias de areias finas.

4 – O maior museu do mundo a céu aberto: Inhotim - RJ

Conhecido por misturar arte contemporânea e jardim botânico, numa aliança única ao mundo, o museu Inhotim necessita de muitos dias para quem deseja o visitar integralmente. Construído sobre um terreno de 120 hectares, perto da cidade de Brumadinho, a 400 quilômetros ao norte do Rio de Janeiro, ele acolhe igualmente um centro de pesquisa, um hotel e vários restaurantes. O local é também uma boa base de partida para percorrer o estado de Minas Gerais, onde os turistas poderão descobrir numerosos e charmosos vilarejos da época colonial.

5 – Cânion do Xingó - SE

Navegar entre as falésias e as paisagens impressionantes do Rio São Francisco é uma experiência única. Situada ao norte da cidade de Salvador, no estado de Sergipe, o cânion do Xingó tem uma importante história para a região depois das descobertas de traços, antigos de 8.000 anos, dos antigos habitantes perto do rio. Várias pequenas ilhas são acessíveis subindo o rio onde os pássaros fazem seus ninhos. Os mais curiosos irão igualmente conhecer a cidade próxima de Piranhas, inscrita no patrimônio mundial da Unesco pela sua arquitetura e sua vista.

6 - Alter-do-Chão - PA

Cercada de super praias de areia branca às margens de uma lagoa de águas turquesa, a pequena cidade de Alter-do-Chão, no estado do Pará, é um lugar de férias dando às vezes a impressão de estar sobre uma ilha. Situada no Rio Tapajós, um afluente do Amazonas, ela foi fundada no século XVII por um colonizador português. Cada ano, a cidade celebra a festa do “sairé”, em referência aos golfinhos róseas de água doce, que acontece na segunda semana de setembro e atrai toda a região. Numerosas manifestações folclóricas são propostas, assim como um duelo coreográfico para os habitantes, divididos entre dois clãs para a ocasião.

7 - Parque Nacional da Serra da Capivara - PI

Inscrito em 1991 ao patrimônio mundial da humanidade da Unesco por suas pinturas rupestres, datadas de 25.000 anos, o parque nacional da Serra da Capivara, situado no Nordeste do Brasil, é uma testemunha excepcional de uma das mais antigas comunidades da América do Sul. O local mais conhecido é a Pedra Furada, célebre por suas pinturas, mas sobretudo por seus arco, uma consequência surpreendente doas mudanças geológicas. O parque abriga mais de 300 sítios arqueológicos, os quais a maior parte são sempre objeto de escavações.

Fonte: Portalsrn