Servidores municipais mantêm greve em Teresina

Prefeitura de Teresina diz que está no prazo para fazer reajuste

Em estado de greve há pouco mais de uma semana, os servidores municipais de Teresina decidiram se manifestar na quarta-feira, 13, em frente à Prefeitura de Teresina, exigindo uma resposta quanto ao reajuste salarial e melhorias nas condições de trabalho. Enquanto isso, a Prefeitura continua discutindo propostas aos servidores públicos com as Secretarias de Finanças, Administração e Governo.

Greve


De acordo com Letícia Campos, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, as condições de trabalho que enfrentam o servidor municipal têm mobilizado grande público para exigir melhorias.

"A nossa manifestação, que está em constante adesão, é o reflexo das condições de trabalho e os salários precários, que não são nenhuma novidade.Estamos reivindicando 55,7% de reajuste e é importante ressaltar que hoje o grupo funcional do município tem como vencimento-base R$ 652, ao tempo em que o secretariado municipal recebe o salário de no mínimo R$ 28 mil, pagaria hoje o salário de 50 funcionários das UBS. Isso é um absurdo!", revela.

Em nota a assessoria da Prefeitura de Teresina garante que está no prazo para fazer o reajuste, já que a data base da categoria é ao longo deste mês. Mas garantiu que está sendo feito o estudo do impacto econômico e financeiro para poder conceder os reajustes.

Acrescenta que algumas categorias já tiveram reajustes e a Prefeitura está cumprindo o pagamento e qualquer percentual de reajuste só poderá ser concedido baseado na Lei de Responsabilidade Fiscal e também na capacidade financeira da Prefeitura. Já, quanto à proposta financeira da Prefeitura ainda será encaminhada à Câmara Municipal para que autorize a Prefeitura a conceder.

Fonte: Virgínia Santos e Marcia Gabriele