Sete estudantes são vítimas de trotes violentos e sofrem queimaduras

Sete estudantes são vítimas de trotes violentos e sofrem queimaduras

Eles sofreram intoxicação e queimaduras de 1º grau

Sete calouros do Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (Unifeb), no interior de São Paulo, foram alvo de um trote violento na noite desta segunda-feira (22), primeiro dia de aula. Eles foram atingidos por um líquido, ainda não identificado, jogado por veteranos, que causou queimaduras e náusea.

Os jovens foram atendidos pela Santa Casa de Misericórdia de Barretos, em São Paulo, vítimas de intoxicação e queimaduras de 1º grau. De acordo com a assessoria de imprensa da Santa Casa, os estudantes foram liberados na noite de ontem.

Os jovens são moradores da cidade de Jaborandi e foram atingidos quando desceram do ônibus que os deixou perto da faculdade. "As brincadeiras começaram dentro do ônibus, com tinta e corte de cabelo, mas, até aí, estava tudo bem", conta Patrick Adriano Pereira dos Santos, 23 anos, calouro do curso de engenharia civil.

"Quando saímos do ônibus, jogaram o produto na gente. Entramos na faculdade e fomos lavar com água, mas queimava muito e dava tontura. Tivemos que ir até o hospital."

A universidade, em nota, lamentou o fato e informou que a agressão aos alunos aconteceu fora do campus da instituição. Ainda conforme o comunicado, a instituição diz que seguranças e monitores foram contratados para coibir trotes violentos e depredação de patrimônio por parte dos alunos. De acordo com a nota, "dentro do campus, as brincadeiras e trotes transcorreram com tranquilidade e segurança, sem excessos".

A instituição informou, também, que pedirá o reforço do patrulhamento da Policia Militar fora das dependências do centro universitário para garantir a segurança dos cerca de 4 mil alunos.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 2º Distrito Policial de Barretos, que vai apurar o caso.

Fonte: g1, www.g1.com.br