Sine alerta para golpe e lembra que oferta serviço gratuito

O trabalhador deve procurar Sine/Setre no prazo de 120 dias

O Serviço Nacional de Emprego (Sine) junto à Secretaria de Trabalho e Empreendedorismo (Setre) alerta aos usuários dos serviços que o sistema trabalha de forma totalmente gratuita e que o atendimento é disponibilizado à população nos postos em que o Sine atua sem nenhuma cobrança financeira.

Alguns casos de fraudes e golpes para adiantamento do Seguro Desemprego foram detectados pelo Sine/Setre e já estão sendo investigados pelos órgãos responsáveis, diante disto o sistema informa que os serviços são completamente gratuitos e que caso haja alguém que cobre para adiantar quaisquer serviços, o mesmo deve ser denunciado para que se possam tomar as devidas precauções para com o problema.

O gerente de Intermediação de mão de obra do Sine, Rafael Torres ressaltou que o sistema não tem agentes externos para o atendimento de Seguro Desemprego e que surgiram “facilitadores” do serviço informando serem do Sine, o mesmo explica que deve-se ficar atento, pois a informação não é verídica. 

"O Sine tomou conhecimento de alguns casos como este do Seguro Desemprego e por este motivo criamos um setor do agendamento. Seria uma espécie de vistoria, onde é feita uma conversa prévia com o trabalhador mesmo antes de entrar com o pedido do seguro. É preciso frisar que ninguém tem autorização para falar em nome do órgão ou oferecer algum tipo de facilidade na hora de solicitar o Seguro Desemprego", concluiu o gerente.

O Sine adverte ainda que o atendimento virtual e gratuito para dar entrada no benefício com segurança e que somente é realizado pelo site do Ministério do Trabalho e Emprego: http://maisemprego.mte.gov.br/portal/pages/trabalhador.xhtml

O trabalhador deve procurar a agência do Sine/Setre no prazo de 120 dias, para realizar o agendamento eletrônico com os documentos pessoais, comprovante do saque do FGTS, carteira de trabalho e requerimentos dados pela empresa. Depois de analisar a documentação, o sistema agendará o atendimento.

Para melhor esclarecer as dúvidas dos trabalhadores que estão na fila do Seguro Desemprego, o Sine estará ministrando palestras anteriores ao atendimento, ressaltando que todos os serviços prestados pela instituição são gratuitos e explicando como as denúncias podem ser efetivadas. A possibilidade de confecção de material informativo como folders e cartazes para distribuição à população também está sendo estudada.

No Piauí, o Sine conta com 18 postos de atendimento, além de Teresina o sistema tem sedes em Bom Jesus, Floriano, Esperantina, Oeiras, Piripiri, Corrente, São João do Piauí, Valença, Uruçuí, Pedro II, Picos, Parnaíba e São Raimundo Nonato. Para verificar os endereços dos postos de atendimentos e outras informações sobre o Sine, o interessado deve acessar o site www.sine.pi.gov.br.

Fonte: Com informações do Portal do Governo