Sine disponibilizou mais de 4 mil vagas de emprego

O Piauí vem se sobressaindo na oferta de empregos.

Em um cenário de crise mundial onde o desemprego ganha cada vez mais espaço em todo o Brasil, o Piauí vem se sobressaindo na oferta de vagas de empregos. O Sistema Nacional de Emprego (Sine/PI), órgão administrado pela Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), disponibilizou,  até outubro de 2016, 4.667 vagas no mercado de trabalho para os piauienses.

As vagas são captadas nas empresas por uma equipe especializada do Sine e para que o trabalhador se candidate às oportunidades disponíveis é necessário possuir o cadastro no sistema do Sine. A intermediação de mão de obra é realizada por meio do atendimento no balcão e o candidato deverá levar o RG, Carteira de Trabalho, Comprovante de Residência, Comprovante de Escolaridade e Certificados de qualificação para facilitar o seu cadastro.

Sistema Nacional de Emprego (Sine/PI)
Sistema Nacional de Emprego (Sine/PI)

Caso tenha disponível alguma vaga de acordo com o perfil do trabalhador, o mesmo será encaminhado para participar de processos seletivos nas empresas, diretamente no setor de atendimento, ou após avaliação do Serviço de Psicologia, caso contrário, o candidato será orientado a voltar ao Sine para acompanhar o processo de solicitação de vaga. Os dados devem ser atualizados sempre que o trabalhador mudar de endereço, telefone ou realizar novos cursos de aperfeiçoamento e capacitação profissional.

Rafael Torres, gerente de intermediação de mão de obra do Sine, explicou que além das vagas captadas o sistema ainda alcançou altos números de atendimentos até o mês de outubro deste ano. “Além das mais de 4 mil vagas captadas esse ano, o Sine ainda realizou 7.454 encaminhamentos para o mercado, 62.014 pessoas foram atendidas para seguro-desemprego, mais de 17.145 inscritos no sistema do Sine e 105.420 atendimentos gerais na instituição”, disse o gerente.

O sistema Setre/Sine oferta informações e orientações sobre o mercado de trabalho, intermediação de mão de obra, seguro-desemprego, qualificação de mão de obra, apoio ao trabalho autônomo e expedição de Carteira de Trabalho e Previdência Social.

O secretário de Estado do Trabalho e Empreendedorismo, Gessivaldo Isaias, ressaltou o trabalho da secretaria para amenizar os números de desemprego. “A Setre trabalha junto ao Sine para diminuir o desemprego no estado e melhorar a qualidade de vida das pessoas por meio da qualificação de mão de obra e da oferta de vagas captadas pelo sistema. Além disso, diversos outros serviços são realizados diariamente em benefício da sociedade piauiense”, concluiu o secretário.

No Piauí, o Sine conta com 18 postos de atendimento, além de Teresina o sistema tem sedes em Bom Jesus, Floriano, Esperantina, Oeiras, Piripiri, Corrente, São João do Piauí, Valença, Uruçuí, Pedro II, Picos, Parnaíba e São Raimundo Nonato. Para verificar os endereços dos postos de atendimentos e outras informações sobre o Sine, o interessado deve acessar o site www.sine.pi.gov.br

Fonte: Assessoria