Sistema eSUS moderniza e melhora o atendimento na atenção básica

Esta estratégia é fruto da reformulação do Sistema de Informação.

 Está em processo de implantação nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Teresina um novo sistema que tem como o objetivo de melhorar a qualidade da informação em saúde e seu uso por gestores, profissionais de saúde e cidadãos: o eSUS.

 Esta estratégia é fruto da reformulação do Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica pelo Ministério da Saúde. “Por meio da informatização dos processos de trabalho, com o uso de registros eletrônicos para os cadastros de usuários, assim como a individualização dos registros, o eSUS melhora o acompanhamento dos problemas de saúde da população e o controle das ações desenvolvidas por cada profissional da Estratégia Saúde da Família”, informa Smithanny Barros, gerente de Atenção Básica da Fundação Municipal de Saúde (FMS).

O eSUS na atenção básica é um sistema composto por dois softwares –  Coleta de Dados Simplificada (CDS) e Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), por seus instrumentos de coleta, contemplando o registro não só das Equipes de Saúde da Família, como também das equipes de Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), Consultório na Rua e pólos de Academia da Saúde, assim como, as ações das equipes participantes do Programa Saúde na Escola (PSE).

Seu processo de implantação tem sido gradual, em trabalho conjunto com a Empresa Teresinense de Processamento de Dados (PRODATER). Inicialmente, houve treinamento dos instrumentos de coleta de dados junto aos profissionais de saúde de todas as unidades existentes no município. Em seguida, todos os auxiliares administrativos responsáveis pela digitação do sistema foram capacitados para operacionalização do sistema, com criação de perfis de acesso. “Para tanto, houve aquisição dos impressos e equipamentos necessários, com fortalecimento da conectividade nas unidades de saúde”, conta Smitahnny Barros.

Em primeira etapa, o município implantou em todas as UBS a Coleta de dados Simplificada, apenas com a utilização das fichas. Atualmente, segue-se com a implantação do Prontuário Eletrônico do Cidadão, já presente nas UBS Poty Velho e Estaca Zero. A previsão é que este software seja implantado em todas as unidades, tendo em vista o recebimento de computadores pelo Ministério de Saúde, pela estratégia QUALISUS REDE, e a implantação de pontos de conexão para internet em toda a rede básica do município, que está sendo implementada gradualmente nas Unidades.

Segundo Smithanny Barros, o eSUS contribui para o fluxo de atendimento dentro da UBS, desburocratizando e dando maior agilidade ao atendimento na atenção básica. “Desta forma, o trabalho dos profissionais será facilitado, melhorando os serviços prestados à população”, finaliza a gerente.

 


Fonte: Assessoria