Sistema on-line tem gerado aumento em consultas e exames

Aderivaldo Andrade ressalta ainda que a maior queixa em Teresina é a necessidade de médicos especializado na área de Neurologia e Neurocirurgia.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (30) DO JORNAL MEIO NORTE.

Por: Márcia Gabriele

Apesar de reclamações, como: sistema fora do ar e vagas reduzidas para consultas e exames, o Sistema de Marcação de Consultas e Exames tem apresentado aumento no número de agendamentos em Teresina, realizados através do Sistema Único de Saúde (SUS). De 2013 a 2014, o aumento em número de consultas foi de 44.672 a mais, já de exames foram 164.091 realizados.

É o que aponta os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde de Teresina, que em 2013 foram realizadas 882.616 consultas e exames 712.587 exames, já em 2014 foram 927.288 consultas e 876.678 exames. O primeiro trimestre do ano, o sistema on-line já registrou 239.344 consultas e 217.756 exames.

De acordo com Aderivaldo Andrade, secretário Municipal de Saúde, apesar de falhas como que vão desde internet a atrasos de corpo funcional, o sistema on-line de marcação de consultas e exames tem atingido a expectativa.

Aderivaldo Andrade ressalta ainda que a maior queixa em Teresina é a necessidade de médicos especializado na área de Neurologia e Neurocirurgia.

Fonte: Márcia Gabriele