SRTE/PI cria condições para ampliar o atendimento à demanda de seguro-desemprego

Para evitar as longas filas na SRTE/PI, aqui em Teresina, a superintendente orienta os trabalhadores

Visando à ampliação do atendimento à demanda excessiva de seguro-desemprego durante essa época do ano, a SRTE/PI vem tomando algumas providências. Uma delas foi a interrupção e negociação de férias dos servidores durante o mês de janeiro para que o atendimento nos balcões não tivesse sua capacidade diminuída.

A Superintendente Regional do Trabalho e Emprego no Piauí, Paula Masullo esclarece que nesse período a demanda é triplicada devido aos trabalhadores provenientes do corte de cana-de- açúcar. ?Atualmente o Piauí tem cerca de 40.000 trabalhadores cortando cana em outros Estados e quando eles voltam procuram o MTE para dar entrada no seguro-desemprego. Isso só aumenta enormemente as nossas demandas?, explica. A Superintendente cita também a demanda por parte dos pescadores artesanais, que são cerca de 30.000 no Estado. Eles estão no período do defeso e também são atendidos pela SRTE/PI.

Além da negociação das férias com os servidores, a SRTE/PI atende das 7 horas às 18, sem intervalo para almoço. A instituição passa, portanto, a ter 3 horas a mais em seu horário de funcionamento, atendendo cerca de 260 casos de seguro-desemprego.

O SINE, que é conveniado ao Ministério do Trabalho e Emprego, também contribui na prestação do serviço e, em acordo com a SRTE/PI, a Secretária Estadual do Trabalho, Larissa Maia, ampliou a capacidade de atendimento do órgão. De 70, o SINE passou a atender 160 trabalhadores que buscam o seguro-desemprego.

Para evitar as longas filas na SRTE/PI, aqui em Teresina, a superintendente orienta os trabalhadores que não residem na capital a procurarem os postos do SINE espalhadas por todo o Piauí e Agências Regionais do Trabalho e Emprego localizadas em Campo Maior, Floriano, Picos e Corrente e a Gerência regional de Parnaíba. Buscando o atendimento no local mais próximo à sua cidade, o trabalhador evita seu deslocamento e a superlotação no atendimento feito na Superintendência.

Paula Masullo lembra, ainda, que a SRTE/PI possui atendimento especial para as pessoas de atendimento prioritário, que não precisam esperar na fila. Outra particularidade é quanto à rescisão contratual: o atendimento é feito com data e horários previamente agendados, o que faz com que os representantes das empresas não precisem esperar na fila.

Fonte: Portal Meio Norte, www.meionorte.com