STJ decide que ator Dado Dolabella pagará R$ 40 mil a camareira agredida

Segundo advogados, ele aguarda intimação para pagar indenização.

O ator Dado Dolabella aguarda intimação da Justiça para pagar R$ 40 mil de indenização à camareira Esmeralda de Sousa. A decisão é da Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e não cabe mais recurso.

A camareira foi agredida em 2008 durante briga entre o ator e a atriz Luana Piovani, que era sua namorada na época.

Os advogados do ator entraram com dois recursos no STJ, para rever decisão do Tribunal de Justiça do Rio, que havia determinado o pagamento da indenização no valor de R$ 40 mil. De acordo com o advogado Michel Assef Filho, eles queriam a redução do valor da indenização, considerado alto. Mas o STJ entendeu o contrário. Ele informou que Dado foi avisado sobre a decisão e não quis comentar.

Na tarde desta sexta-feira (8), o advogado de Esmeralda, Marcelo Quintanilha Salomão, disse que espera que o réu pague a dívida assim que for intimado, sob pena de ter os bens penhorados.

Relembre o caso

O desentendimento com Luana resultou em dois processos de lesão corporal contra Dado. Um movido pela atriz na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), e outro pela camareira Esmeralda de Sousa, que teve os braços machucados com o impacto de uma queda.

Na época, a camareira contou à polícia ter sido empurrada quando tentava apartar uma briga entre os artistas dentro da boate. A confusão foi registrada por câmeras de segurança. Esmê, como é conhecida no meio artístico, chegou a ficar dois meses com os braços imobilizados, impossibilitada de trabalhar.

Em janeiro deste ano, Dado foi condenado a pagar R$ 40 mil à camareira, em decisão unânime da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O advogado Michel Assef Filho, recorreu ao (STJ) por considerar o valor da indenização "exagerado".

Fonte: G1