Strans vai fazer estudo completo em linhas da zona rural de Teresina

Strans vai fazer estudo completo em linhas da zona rural de Teresina

A Strans alega que não houve autorização para implantar a bilhetagem eletrônica nas linhas rurais

Representantes da federação das entidades comunitárias rurais de Teresina, vereadores e representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito(Strans) se reuniram pela terceira vez para discutir a retirada dos equipamentos de bilhetagem eletrônica dos ônibus que fazem linhas para a capital.

O prazo máximo para utilização do cartão eletrônico seria até 30 de março. ?Hoje nós ganhamos a não retirada da validação do vale, mas, e amanhã, se a coisa não estiver normatizada??, questiona o vereador Dudu.

A Strans alega que não houve autorização para implantar a bilhetagem eletrônica nas linhas rurais. Na tentativa de encontrar uma solução, a Superintendência de Trânsito vai fazer um estudo mais completo da zona rural considerando a distância, os custos para as empresas e os valores cobrados aos passageiros.

Outro ponto da discussão foi a criação de uma licitação, pois os ônibus que circulam não oferecem condições de conforto.

Enquanto a solução não chega os usuários pedem a permanência da validação do cartão eletrônico. ?A gente fica preocupado porque, além de os ônibus serem poucos na zona rural, agora tem esse impasse?, afirmou um usuário.

VEJA A REPORTAGEM DE EUGÊNIA REIS

Fonte: Denison Duarte