Suposto filho Emílio Santiago não consegue fazer o exame de DNA

Suposto filho Emílio Santiago não consegue fazer o exame de DNA

De acordo com a advogada de Aleksander ela tentou que o exame de DNA fosse feito logo após o falecimento de Emílio Santiago

Desde a morte de Emílio Santiago, em 20 de março, o produtor Aleksander Nunes, o suposto filho do cantor, de 34 anos, aguarda ansiosamente para que a Justiça lhe conceda uma autorização para realizar o teste de DNA para esclarecer, enfim, se ele é ou não herdeiro do músico.

?Estou perdido. Já dei entrada na Justiça, mas o processo não anda. Eles já tinham que ter decretado o direito de fazer esse procedimento. Quero acabar logo com essa incerteza. Meus filhos estão sofrendo na escola com toda essa história. Os coleguinhas ficam debochando e cobrando se eles não são netos do Emílio Santiago?, conta Aleksander, pai de Leonardo, de 11 anos, e Nicolas, de 9.

De acordo com a advogada de Aleksander, Ingrid Fortunato, ela tentou que o exame de DNA fosse feito logo após o falecimento de Emílio Santiago, antes de o corpo ser enterrado, para que não houvesse a necessidade da exumação do corpo. No entanto, na época, o juiz de plantão não autorizou o colhimento de material. Hoje, o processo corre na 13ª Vara de Família da Comarca da Capital do Rio de Janeiro.

Segundo Aleksander, a demora no julgamento também ocorre por conta da interferência de Márcio Tadeu Ribeiro Francisco, suposto companheiro de Emílio Santiago que trabalha como professor na UERJ. Desde a morte do cantor, Márcio Tadeu entrou com um outro processo na Justiça para ter direito à herança. Os dois estão se desentendendo, com direito a troca de farpas, desde a antes da morte de Emílio Santiago.

O suposto filho de Emílio Santiago, que morreu vítima de um AVC, não acredita que Márcio Tadeu tenha sido companheiro de seu pai. ?Ele está usando sua influência para atravancar o meu processo. Um dia antes de ele morrer, ele fez uma declaração de união estável. Agora, me diga. Que pessoa preocupada com a saúde de uma pessoa querida se preocupa com uma declaração dessas? Meu pai não era companheiro de ninguém, não queria ninguém fixo?, garante. ?Já a minha prova está no sangue e, fora isso, é só olhar para os meus filhos. Eles são a cara do meu pai?.

Por conta de todo o imbróglio, Aleksander, que tem problema de pressão alta, sofreu um AVC em março e ficou sete dias internado. Hoje, ele já está recuperado, voltou a praticar exercícios, mas continua com a saúde debilitada.

Fonte: Extra