Suposto homem-bomba ameaça explodir alunos em Salvador

Uma confusão interrompeu o início da prova da OAB na Unijorge.

Atualizado às 17h10

O homem que ameaçou explodir uma bomba na Unijorge, em Salvador, onde seria realizada a prova da OAB, se entregou à polícia por volta das 16h50 deste domingo (24). A informação foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia. A prova do exame da ordem em Salvador foi cancelada.

De acordo com a SSP-BA, não foram encontrados artefatos explosivos ou armas de fogo com o rapaz. A rendição ocorreu quatro horas após início da confusão. Segundo o coronel do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Paulo Coutinho, o motivo da ameaça seria o fato de o homem não ter passado no exame anteriormente e estar frustrado.

O coronel ainda afirmou que o rapaz já tem um processo contra a OAB. As duas sacolas que estariam com as supostas bombas tinham apenas roupas, segundo o coronel do Bope.


Suposto homem-bomba ameaça explodir alunos em Salvador

Uma confusão interrompeu o início da prova da OAB na Unijorge, que fica na Avenida Paralela, em Salvador, por volta das 12h40 deste domingo (24). De acordo com a assessoria da instituição, um homem ameaçou explodir o local. Duas viaturas da Polícia Militar e duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) estão na universidade.

Segundo Fabrício de Castro Oliveira, Conselheiro Federal da OAB na Bahia, o homem teria entrado em uma sala e pedido para os candidatos saírem em 11 minutos, pois estava em posse de uma bomba pronta para explodir. Neste domingo é realizada a primeira fase do exame da Ordem dos Advogados do Brasil em todo o país.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) negocia a rendição do homem que alegou portar uma bomba. Segundo a SSP, ainda não há informações sobre a motivação das ameaças. Por volta das 14h40, a SSP informou que o suspeito estava isolado em uma sala.

O jornalista Alex Soares estava no local à espera da esposa que estava dentro da universidade para fazer a prova. “Ela disse que pediram para todos [os candidatos] deitarem no chão e chegou uma informação de que um homem estava com bomba no corpo”, disse.

De acordo com um outro candidato que preferiu não se identificar, o homem que estaria com bombas amarradas ao corpo estava na sala ao lado da dele. "Na sala ao lado tinha um cara com um colete, com bombas amarradas e armado. Disseram que outras pessoas armadas estavam com ele também. Nessa confusão, ele abriu a camisa e deu tiro na sala. Ele ainda colocou cadeira e mesa para atrapalhar a saída das pessoas. Foi a maior correria", contou. A polícia não confirma a ocorrência de tiros no local.

De acordo com a OAB na Bahia, as provas serão canceladas no estado por conta dessa situação.

Multidão na Unijorge (Crédito: Reprodução)
Multidão na Unijorge (Crédito: Reprodução)
Multidão na Unijorge (Crédito: Reprodução)
Multidão na Unijorge (Crédito: Reprodução)
Fonte: Com informações do G1