Suzano Papel e Celulose recebe licença para se instalar no Estado do PI

A unidade industrial de fabricação de celulose e papel funcionará no sítio Veneza, zona rural de Palmeirais.

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos concedeu ontem a licença prévia para a construção da Unidade Fabril da empresa Suzano Papel e Celulose no município de Palmeirais.

Segundo o secretário Dalton Macambira, a licença aprova a concepção do projeto, sua localização e viabilidade ambiental e a partir de agora terá início o processo de licença para instalação ou licença de operação.

A unidade industrial de fabricação de celulose e papel funcionará no sítio Veneza, zona rural de Palmeirais. Jorge Lopes, gerente de Projetos Estratégicos do Governo do Estado, afirma que só para a construção da fábrica, a Suzano vai contratar 7.500 pessoas.

Ele ressalta ainda que a empresa já tem concluí- do o estudo de impacto ambiental e agora vai entrar com o processo de licença de instalação para construção da fábrica em Palmeirais.

“A liberação dessa licença indicando a viabilidade do local já é um grande avanço para implantação da fábrica no Piauí”, diz Jorge Lopes. Além da fábrica de celulose em Palmeirais, Jorge Lopes diz que está em negociação com a Suzano a implantação de uma fábrica de madeira prensada (tellets) para a região norte do Estado.

Em dezembro, o governador Wilson Martins reuniu-se com diretores da Suzano Papel e Celulose, para discutir o traçado do ramal ferroviário que será criado entre a cidade de Palmeirais e Teresina, que possibilitará o escoamento da produção da unidade fabril que a empresa está instalando no Piauí.

A obra será executada a partir de parceria entre o Governo do Estado, a Transnordestina Logística e a Suzano.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte