Tarifa de água ficará mais cara no PI

Acréscimo é de 3,8%. Em termos reais, para 445,2 mil piauienses que pagam a tarifa residencial não social.

A tarifa de água foi reajustada no início da semana passada. O acréscimo é de 3,8%. Em termos reais, para 445,2 mil piauienses que pagam a tarifa residencial não social, o preço aumenta R$ 0,65. O impacto na conta de água será realmente pequeno para a maioria dos usuários. Por outro lado, Carlean Alves, proprietário de 15 quitinetes no Acarape, zona Norte de Teresina, o aumento representa um gasto considerável. “Eu pago R$ 400,00 por mês e o aluguel que cobro já inclui a água. Eu vou arcar com esse aumento, pois ele não será repassado para os inquilinos”, afirma Carlean Alves. Segundo o presidente da Agespisa, Merlong Solano, o preço real da água está sendo reduzido. “Nesse ano o salário mínimo teve um reajuste de 9,67%, aumento três vezes maior do que o da nossa tarifa”, destaca. A arrecadação da Agespisa deve chegar a R$ 229,5 milhões até o final de 2010. “Isso possibilitará o equilíbrio entre receita e despesa”, afirma o presidente da empresa. Tabela de reajuste da tarifa Residencial Social (famílias de baixa renda que usem até 10 m³ de água) – R$ 7,60 Residencial Normal (mais de 50% dos piauienses) Até 10 m³ – R$ 17,25 De 11 a 25 m³ – R$ 17,25 + R$ 3,22/m³ Acima de 25 m³ – R$ 65,55 + R$ 5,56/m³ Comercial / Industrial / Pública Até 10 m³ – R$ 35,55 De 11 a 25 m³ – R$ 35,55 + R$ 5,28/m³ Acima de 25 m³ – R$ 114,75 + R$ 6,30/m³ Pequenos Comércios (Até 10 m³) – R$ 17,25

Fonte: Nayara Felizardo