Tartaruga com 183 anos faz dieta para viver ainda mais

Ela se tornou o bicho mais velho do mundo vivo.

Jonathan é um exemplo de longevidade. Tem 183 anos, o que a torna o bicho mais velho ainda vivo, e mesmo assim ainda faz mudanças na própria vida. Começou uma dieta saudável para viver ainda mais e deve chegar até os 200 anos. A dieta foi ideia do veterinário Dr. Joe Hollins, que percebeu que a saúde do réptil centenário começava a declinar rapidamente.

Ela começou a comer sujeira, galhos secos e outros alimentos ruins após perder parte da visão e o do olfato e identificar os alimentos com menos habilidade. Mas Joe resolveu mudar as coisas para ela, adicionando itens de alto teor calórico na dieta dela.

Tartaruga Jonathan (Crédito: Reprodução)
Tartaruga Jonathan (Crédito: Reprodução)


Ao invés de folhas pouco nutritivas, Jonathan passou a comer bacias de maçãs, cenouras, pepino, banana e goiaba. Desde que a dieta começou, a tartaruga está revigorada: o bico funciona melhor, ela anda muito mais e as dores se foram.

Desde 1882, o réptil vive tranquilamente em Santa Helena, em um posto de administração britânica mais ou menos próxima da Costa da África, que anteriormente já serviu de prisão para Napoleão Bonaparte. Na época, a tartaruga foi dada como um presente para o governador da ilha, e tinha cerca de 50 anos.

Vivendo sem alterações desde essa época, Jonathan se tornou o animal mais velho ainda vivo em 2005.

Tartaruga Jonathan (Crédito: Reprodução)
Tartaruga Jonathan (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do R7