Dez dicas para quem pretende manter o Windows XP no PC

Dez dicas para quem pretende manter o Windows XP no PC

agir para evitar ao máximo algum problema por usar um sistema operacional que não recebe mais suporte da fabricante.

Manter o Windows XP rodando no computador é arriscado, não há como fugir disso. A questão, então, é reduzir os danos, ou seja, agir para evitar ao máximo algum problema por usar um sistema operacional que não recebe mais suporte da fabricante.

Neil MacDonald, vice-presidente da Gartner, elaborou dez dicas para quem deseja continuar usando o XP. Mas tenha em mente que são medidas paliativas, pois a própria Microsoft recomenda que os consumidores troquem de computador ao invés de ficar com o XP. Confira:

1) Restrinja a conectividade em rede ao mínimo possível

Afinal, é mais fácil manter o computador protegido se ele não estiver conectado a outras máquinas.

2) Implemente uma solução de controle de aplicações e proteção de memória

Isso pode ser feito com uma solução dedicada, um sistema de proteção de intrusos (IPS) ou ainda adotando políticas de restrições para impedir a execução de códigos arbitrários.

3) Remova os direitos administrativos

Todos os usuários restantes do Windows XP deveriam fazer isso.

4) Esqueça navegadores e softwares de e-mail

Essas são as duas principais portas de entrada para softwares maliciosos, então desinstale os navegadores e os softwares de e-mail da máquina. Consulte a web e sua correspondência eletrônica por dispositivos protegidos.

5) Mantenha os softwares atualizados

Embora o XP não receba mais atualizações, muitos softwares voltados ao sistema podem continuar recebendo atenção de seus desenvolvedores. Mantê-los atualizados pode poupar dores de cabeça.

6) Mantenha sistemas de proteção ativos

Confirme com os desenvolvedores de seus softwares de segurança se eles continuarão atentos às ameaças voltadas ao XP.

7) Monitore a Microsoft

A companhia não falará mais sobre vulnerabilidades encontradas para o XP, então você só terá esse tipo de informação se pagar por um suporte personalizado. Preste atenção às vulnerabilidades que mirem o Windows Server 2003, porque elas podem afetar o XP.

8) Acompanhe o mercado

Há toda uma comunidade de especialistas, pesquisadores e empresas de segurança que manterão o interesse no sistema, então procure acompanhá-los para ficar informado sobre possíveis vulnerabilidades.

9) Tenha um Plano B

Mantenha-se sempre alerta e pronto para isolar a máquina que usa o Windows XP, pois ela corre o risco de ser atacada a qualquer momento e pode infectar outros computadores.

10) Faça uma analise de custo/benefício

Às vezes, fazer tudo isso que foi listado acima pode sair mais caro do que comprar um computador novo ou pelo menos adquirir o suporte personalizado oferecido pela Microsoft. Ponha tudo isso no papel e descubra o que compensa mais.

Fonte: Olhar Digital