Anatel autoriza a venda dos novos iPhone 5S e iPhone 5C no Brasil

iPhone 5C e iPhone 5S foram homologados pela Anatel e chegam ao País pela 1ª vez operando na frequência do 4G nacional

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) homologou os novos modelos do iPhone, o que autoriza o início das vendas dos aparelhos no Brasil. Pela primeira vez, os smartphones da Apple chegam ao Brasil em modelos que operam na frequência do 4G nacional. Tanto o iPhone 5C (modelo A1507) quanto o iPhone 5S (modelo A1457) funcionam na faixa dos 2600 MHz, tecnologia 4G/LTE adotada pelo Brasil.


Anatel autoriza venda dos novos iPhones no Brasil

Anatel autoriza venda dos novos iPhones no Brasil

Os modelos anteriores de iPhone e iPad com conectividade 4G que chegaram ao País até agora operam na faixa dos 700 MHz, que a Agência Nacional de Telecomunicações deve licitar somente com o desligamento da TV analógica.

Os modelos serão produzidos na fábrica da Foxconn em Jundiaí, no interior de São Paulo, segundo os documentos disponíveis no sistema da Anatel.

O Terra contatou a Apple, mas a empresa não forneceu informações sobre a data de lançamento nem do preço dos aparelhos no Brasil.

Os lançamentos

O aguardado iPhone mais barato chega todo fabricado em uma única peça de policarbonato. O aparelho tem uma tela retina de 4 polegadas, processador A6 igual dao do iPhone 5, a mesma câmera de 8 megapixels e uma câmera frontal HD de 1,9 megapixels.

O iPhone 5C chega às lojas por US$ 99 na versão de 16 GB e US$ 199 na versão de 32 GB, com contrato de dois anos com operadora.

Já o iPhone 5S é feito de alumínio de alta qualidade com bordas chanfradas. Ele tem um novo chip A7, pela primeira vez com uma arquitetura de 64 bits em um smartphone.

O aparelho conta ainda com uma nova peça, chamada de M7, que funciona como um "coprocessador de movimento". Ele mede o acelerômetro, a bússola e o giroscópio do smartphone e informa aos aplicativos se o usuário está parado, andando ou dirigindo, por exemplo.

A câmera foi melhorada com uma nova lente com uma abertura f/2.2 e um sensor 15% maior.

O botão Home do aparelho tem um leitor de impressão digital.. Ela varre as camadas sub-epidérmicas do dedo do usuário em 500 pontos por polegada para ler a impressão digital, o que desbloqueia o telefone e permite a autenticação de diversos recursos, como a compra de aplicativos e músicas no iTunes e na App Store.

Fonte: Terra