Após 15 meses, os Windows 8 e 8.1 finalmente alcançam 10% do mercado

Aos poucos o novo Windows vem ganhando adeptos no mercado

Não é nenhum segredo que até hoje, 15 meses após o lançamento do Windows 8, muitas pessoas ainda olham torto para o sistema operacional da Microsoft. Aos poucos o novo Windows vem ganhando adeptos no mercado e, segundo o NetMarketShare, finalmente representa 10% de participação.

O resultado foi obtido ao término do mês de dezembro do ano passado e revelou que, juntos, Windows 8 e 8.1 cresceram 1,2% no mês e, pela primeira vez, alcançaram a marca de dígitos duplos. Apesar de positivo, o resultado ainda está abaixo das expectativas da Microsoft, que esperava que o sistema ganhasse mercado mais rapidamente.



Para se ter uma ideia de como as coisas andam, o Windows 7, lançado em 2009, ainda reina absoluto no topo da lista e continua ganhando espaço no mercado, conquistando praticamente 1% de novos consumidores em dezembro e atingindo a marca de 47,52%. O único sistema operacional que apresentou queda foi o Windows XP, que perdeu 2,2% do mercado apenas em dezembro e somou um acumulado de -10% durante todo o ano de 2013. Mesmo com a queda, o agora sistema operacional ancião ainda está presente em cerca de 29% dos computadores do mundo.

É certo que a Microsoft tentará dizer que o momento é propício para o Windows 8/8.1 e que agora o sistema vai decolar. No entanto, é importante relembrar que dezembro é o melhor mês do ano para o comércio que, com o auxílio da Black Friday e Natal, vende muitos computadores. Seja para uso pessoal ou apenas um "presentinho", a maioria dessas máquinas saem das lojas com o Windows 8 pré-instalado e isso nos dá uma boa pista para entender o crescimento do sistema operacional no mercado.

Espera-se que a próxima grande jogada de Redmond para promover seu sistema operacional para desktops e o Windows Phone 8 seja unificar o ecossistema dos seus apps. Até lá, vamos aguardar para ver se mais pessoas abraçam o Windows 8 ou se os dados apresentados em dezembro foram apenas fogo de palha.

Fonte: corporate Canaltech